Posts

Receita fácil de Salmão com molho de alcaparras

 

Para a noite especial, que tal preparar esta receita de Salmão com molho de alcaparras. É fácil e rápida de fazer…

Ingredientes

  • 200 g de filé de salmão
  • 1 dente de alho amassado
  • Sal a gosto
  • Pimenta do reino a gosto
  • 1 colher (sopa) de alcaparras
  • 1 colher (sobremesa) de cebolinha picadinha
  • 1 colher (sobremesa) de salsa picadinha
  • 2 colheres (sopa) de azeite de oliva
  • 1 colher (sopa) de suco de limão

Modo de preparo

  • Tempere o filé de salmão com sal, pimenta e alho e deixe tomar gosto.
  • Grelhe em frigideira com um fio de azeite ou asse envolto em papel alumínio em forno pré aquecido por 15 minutos.

Molho

  • Pique as alcaparras e misture com a cebolinha, a salsinha e o suco de limão.

Montagem

  • Transfira o salmão para o prato, e derrame delicadamente o molho sobre o
    filé grelhado.
  • Sirva com arroz integral e seleta de legumes, ou com arroz branco e brócolis.

 

Rendimento: 1 porção

 

Tempo de preparo: 20 minutos

Salmão com molho de alcaparras

Salmão com molho de alcaparras

Robert Parker: Ranking dos 50 melhores CARIGNAN do Chile

Robert Parker está premiando com altas pontuações estes tintos únicos no mundo

Os Carignan chilenos são diferentes, tem uma história fantástica para contar, e os produtores do vale do Maule estão fazendo um trabalho meticuloso e estratégico com esta uva, a que sem dúvida alguma, vai se transformar em pouco tempo na nova estrela da viticultura chilena.

Os Carignan possuem uma boca mediterrânea, e sua estrutura tânica uma matriz totalmente distinta ao que estamos acostumados com as outras variedades tintas. Poderíamos dizer que são menos estruturados e mais longos na boca. Integrados com uma alta acidez natural que lhes da maior frescor.

Estamos já preparando um post para os próximos dias com todos os detalhes relacionados a essa uva em mais uma entrevista com Andrés Sanchez, criador da agrupação VIGNO. Fique bem atento, e não demore em experimentar um vinho desses. A boa notícia é que a pesar dos excelentes níveis de qualidade que eles têm em ermos gerais, seus preços são bem mais em conta que outros vinhos que tem obtido a mesma pontuação e de similar qualidade.

Robert Parker Ranking dos 50 melhores CARIGNAN do Chile

Robert Parker Ranking dos 50 melhores CARIGNAN do Chile

Agora, deixamos abaixo um ranking com:

Os 50 melhores Carignan chilenos, segundo o crítico de vinhos Robert Parker:

 

SAFRA NOME DO VINHO PONTUAÇÃO
2010 Bravado Old Vines Dry Farmed Carignan 93
2009 Bodegas Re Vigno By Vina Roja 93
2011 Garage Wine Co Lot #34 Carignan 93
2007 Gillmore Hacedor de Mundos Carignan 93
2008 Gillmore Hacedor de Mundos Carignan 93
2011 Undurraga Vigno Carignan 93
2008 Bravado Tirso 92
2011 Garage Wine Co Lot #35 Carignan 92
2010 Gillmore Vigno Carignan 92
2010 Undurraga Vigno Carignan 92
2011 Undurraga Carignan T H 92
2010 Valdivieso Eclat Vigno Carignan 92
2008 Vina Canepa Genovino Carignan 92
2010 Vina Morande Carignan Edicion Limitada 92
2011 Gillmore Vigno Carignan 91
2010 Louis-Antoine Luyt Empedrado Carignan 91
2012 Louis-Antoine Luyt Empedrado Carignan 91
2011 Luis Felipe Edwards 100 Cien Carignan 91
2009 Meli Carignan Dueno de la Luna 91
2005 Odfjell Odfjell 91+
2007 Santa Ema Amplus Carignan 91
2009 Vina Morande Vigno Carignan 91
2010 Vina Morande Vigno Carignan 91
2011 Vina Morande Carignan Edicion Limitada 91
2009 Vina Morande Carignan Edicion Limitada 91
2010 Crazy Wines Carignan T 90
2007 De Martino Carignan Single Vineyard 90+
2008 De Martino Vigno Carignan 90
2010 Garage Wine Co Lot 29 Carignan 90
2010 Garage Wine Co Lot 32 Carignan 90
2011 Garage Wine Co Vigno Old Vines Dry Farmed Carignan 90
2009 Gillmore Vigno Carignan 90
2008 Meli Carignan 90
2008 Odfjell Organic Orzada Carignan 90+
2008 Santa Ema Amplus Carignan 90
2009 Santa Ema Amplus Carignan 90
2009 Vina Canepa Genovino Carignan 90
2011 Vina Canepa Genovino Carignan 90
2007 Vina Morande Carignan Edicion Limitada 90
2008 Vina Morande Carignan Edicion Limitada 90+
2009 De Martino Single Vineyard El Leon Carignan 89
2011 Odfjell Carignan Orzada 89
2010 Rogue Vine El Insolente Single Vineyard Itata 89
2009 Undurraga Carignan T H 89
2004 Vina Morande Carignan Edicion Limitada 89
2009 Vina Morande Vigno Old Vines Dry Farmed Carignan 89
2011 Vina Villalobos Vinedo Silvestre Carignan 89
2012 Alcance Vigno Carignan 88
2011 Odfjell Vigno Carignan 88
2010 Odfjell Carignan Orzada 88

 

 

Resultados Concurso Mundial de Bruxelas, edição Brasil, 2017 Destilados e Cachaças

A cidade de Bento Gonçalves (RS) sediou entre os dias 4 e 7 de abril de 2017, a 15ª edição brasileira do CONCOURS MONDIAL DE BRUXELLES; o mais importante concurso de vinhos e destilados do mundo. A competição avaliou apenas amostras brasileiras, com o objetivo de revelar os melhores rótulos e projetá-los no mercado internacional. Alex Ordenes, editor de Winechef formou parte do jurado.

 

Veja os resultados da categoria “Destilados e Cachaças”.

 

DESTILADOS QUE RECEBERAM MEDALHAS DE GRANDE OURO:

 

Cachaça Bem Quer Prata Santíssima Agro Indústria Pitangui

Cachaça de Alambique Taverna de Minas Armazenada Carvalho 12 meses Taverna de Minas

Cachaça Envelhecida em Barris de Bálsamo H. Weber e Cia

Cachaça Extra Premium Dom Tapparo Engenho Ademilson Fernando Tapparo ME

Cachaça Extra Premium Vitoriosa Engarrafamento Pitu

Cachaça Heats Brazil Envelhecida Jequitibá HB AgroIndústria

Cachaça Itupeva Armazenada Umburana Bebidas Tonoli

Cachaça Leandro Batista Envelhecida H. Weber e Cia

Cachaça Premium 7 Madeiras H. Weber e Cia

Cachaça Reserva do Nosco Envelhecida Reserva Especial Carvalho Francês Marcelo Nordskog

Alex Ordenes, editor de Winechef formou parte do jurado do Concurso Mundial de Bruxelas, edição Brasil, 2017

Alex Ordenes, editor de Winechef formou parte do jurado do Concurso Mundial de Bruxelas, edição Brasil, 2017

DESTILADOS QUE RECEBERAM MEDALHAS DE OURO:

 

Cachaça Bassi Armazenada Bálsamo Adega Bassi

Cachaça Bento Albino Extra Premium Carvalho Armando de Abreu e Cia

Cachaça Cipó da Serra Armazenada em Carvalho, Amburana e Bálsamo Taverna de Minas

Cachaça Coisa Nossa Armazenada Amburana Cofercan

Cachaça Coluninha Armazenada em Carvalho e Amburana Coluninha

Cachaça de Alambique Taverna de Minas Carvalho Frances e americano Taverna de Minas

Cachaça Dose Classica Série Cristal Santa Barbara

Cachaça Gogó da Ema Tradicional (Armazenada Bálsamo) S. K. L. Medeiros Ferreira

Cachaça Harmonie Schnaps Envelhecida na Amburana Leandro Augusto Higert

Cachaça Harmonie Schnaps Prata Leandro Augusto Higert

Cachaça Heats Brazil Amendoim HB Agroindústria

Cachaça Lambe-Lambe Moreninha Blend Amburana e Carvalho Alambique Ouro Fino

Cachaça Orgânica Sanhaçu Armazenada em Toneis de Umburana Oto B. Silva

Cachaça Premium Jequitibá Ademilson Fernando Tapparo

Cachaça Santiago do Norte Armazenada em Bálsamo Cachaçaria Victória

Cachaça Sebastiana Duas Barricas Envelhecida em Carvalho e Castanheira Santa Rufina

Cachaça Serafina Ouro Armazenada em Carvalho e Amburana Serafina

Cachaça Vira Copos Rio Manso

Cachaça Werneck Premium Ouro Envelhecida em Barris de Carvalho ECX Cachaças Artesanais

Cachaça Werneck Reserva Especial ECX Cachaças Artesanais

Cachaça1532 Branca Pura Ebercon

Cachaça Bola da Vez Prata Armazenada em Amendoim Engenho da Cana

Cachaça Carvalheira Tradicional Extra Premium Carvalho Decana do Brasil

Casa Bucco Envelhecida em Carvalho Casa Bucco

Licor Creme e Amora MA & MA Ademilson Fernando Tapparo

Unser Schnaps Nossa Cachaça Enzweiler e Buchmann

Ypioca 160 Composta com Malte Diageo Brasil

 

Concurs Mondial de Bruxelles 2017 - 15º Edição Brasil

Concurs Mondial de Bruxelles 2017 – 15º Edição Brasil

 

DESTILADOS QUE RECEBERAM MEDALHAS DE PRATA:

 

Brasilberg da Casa Underberg Underberg do Brasil

Cachaça Alambique de Minas Ouro Armazenada em Amburana Engenho da Cana

Cachaça Bucco Envelhecida Amburana Casa Bucco

Cachaça Cabaré Extra Premium Ademilson Fernando Tapparo

Cachaça Canelinha da Marilia Mendonça Ademilson Fernando Tapparo

Cachaça Capim Cheiroso Cristal Capim Cheiroso

Cachaça Coisa Nossa Armazenada em Bálsamo Cofercan

Cachaça de Alambique Serigote Petronius

Cachaça de Alambique Taverna de Minas Armazenada em Jequitibá Taverna de Minas

Cachaça Envelhecida Orgânica Velho Alambique Amburana Ivandro Remus

Cachaça Guaraciaba Drink bidestilada Guaraciaba

Cachaça Heats Brazil Clássica HB Agroindustria

Cachaça Ibituruna Armazenada em Carvalho Itatinga

Cachaça Nobre Engenho Nobre

Cachaça Paratiana Ouro Extra Premium MG Paraty

Cachaça Pedra Branca Ouro Armazenada em Carvalho Sitio Pedra Branca de Paraty

Cachaça Prata Orgânica H. Weber e Cia

Cachaça Premium De La Vega Engenho da Cana

Cachaça Princesa Izabel Aquarela Princesa Izabel

Cachaça Prosa Mineira Ouro Prosa Mineira

Cachaça Reserva do Nosco Branca Marcelo Nordskog

Cachaça Santo Grau Coronel Xavier Chaves Natique

Cachaça Santo Grau Solera Pedro Ximenes Natique

Cachaça Soledade Balsámo Fazenda Soledade

Cachaça Terra Forte Armazenada em Bálsamo Cachaçaria Terra Forte

Cachaça Tiara Rainha Armazenada em Carvalho e Jequitibá Jurumirim

Engenho D’Ouro Gabriela Aguardente Comp. com Melado, Cravo e Canela Engenho D’ Ouro

Licor de Cachaça com Amburana H. Weber e Cia

Schuss Steinhaeger Tradição Alemã Joaquim Thomaz de Aquino Filho

 

Receita fácil de Bacalhau

 

Bacalhau Gomes de Sá com algo mais.

Bacalhau é um dos pratos mais frequentes na Páscoa. Bacalhau à Gomes de Sá é uma das receitas favoritas por estas terras brasileiras.

Originário da cidade do Porto, esta receita de bacalhau é uma das mais populares e conhecidas em todos os lugares. A mistura de batatas, azeitonas, ovos e cebolas com lascas de bacalhau é irresistível.

Quando preparo este bacalhau, faço algumas pequenas modificações. Acrescento alho-poró, pimentões e bacon (sim, podem apostar, fica delicioso).

 

INGREDIENTES Bacalhau Gomes de Sá

 (4 pessoas)

4 postas de Bacalhau do Porto

1/2 Kg de batatas em rodelas

2 cebolas em rodelas finas

1 alho-poró em rodelas finas (apenas a parte branca)

4 dentes de alho em fatias finissímas

3 ovos cozidos picados em cubinhos

1 pimentão vermelho em cubinhos

1 pimentão verde em cubinhos

50 g de bacon em tiras pequenas

Azeitonas pretas sem caroço

Azeite de oliva de ótima qualidade abundante

Salsinha picada

Sal e pimenta-do-reino moída na hora

 

Bacalhau Gomes de Sá

Bacalhau Gomes de Sá

PREPARO

Após dessalgar o bacalhau, aqueça uma panela funda com bastante água até a fervura e mergulhe as postas. Quando voltar a ferver, deixe por mais 1 minuto e retire (não jogue fora a água). Remova a pele (se houver) e faça lascas do bacalhau, retirando os espinhos.  Reserve.

Na água do bacalhau, cozinhe as rodelas de batatas, sem deixar desmanchar.

Aqueça uma frigideira, coloque um fio de azeite e frite o bacon, até estar crocante. Retire e escorra em papel toalha.

Aqueça outra frigideira com um pouco de azeite. Coloque os cubos de pimentão e grelhe suavemente, Retire e reserve. Adicione o alho-poró, a cebola e o alho. Tempere com sal e pimenta e deixe murchar.

Forre o fundo de uma travessa refratária com azeite e faça uma camada de cebola e alho-poró. Por cima faça outra com as rodelas de babatas e após, uma com lascas de bacalhau. Repita o processo até os ingredientes acabarem, deixando por último uma camada de cebolas com alho-poró e os cubos de  pimentões por cima. Preencha a travessa com azeite até 3/4 de sua altura.

Um pouco antes de ir à mesa:

Aqueça o forno e coloque a travessa. Deixe até borbulhar. Retire e enfeite com o ovo, as azeitonas e o bacon. Salpique a salsinha picada e sirva imediatamente.

Hoje é possível encontrar postas de bacalhau congeladas já dessalgadas, o que diminui o tempo de preparo. Esta é uma sugestão maravilhosa para seu ceia de ano novo. Com certeza, um prato destes é prenúncio de um grande ano que está começando.

Concurs Mondial de Bruxelles 2017 – 15º Edição Brasil

A cidade de Bento Gonçalves (RS) sediará entre os dias 4 e 7 de abril de 2017, a 15ª edição brasileira do CONCOURS MONDIAL DE BRUXELLES; o mais importante concurso de vinhos e destilados do mundo. A competição avaliará apenas amostras brasileiras, com o objetivo de revelar os melhores rótulos e projetá-los no mercado internacional.

As degustações são sempre às cegas e realizadas por um júri renomado, composto por jornalistas brasileiros e estrangeiros que têm a intenção de promover o vinho nacional e a cachaça. As degustações e avaliações acontecerão em sessões fechadas a partir de 04/04 e a divulgação dos resultados será feita no dia 07/04.

Segundo Baudouin Havaux, presidente da Vinopres – empresa belga que organiza o evento – houve um aumento médio de 30% nas vendas dos vinhos e cachaças premiados em edições anteriores.

Os produtores – de pequeno ou grande porte – interessados em ter seus vinhos avaliados, deverão se inscrever pelo e-mail: concurso@marketpress.com.br e enviar 6 garrafas de vinhos ou 3 garrafas de destilados – de cada uma das amostras – até o dia 20 de março, para a organizadora do Concurso no Brasil.
Endereço: Avenida São Camilo, 412-12, Granja Viana, Cotia, São Paulo.

Concurs Mondial de Bruxelles 2017 - 15º Edição Brasil

Concurs Mondial de Bruxelles 2017 – 15º Edição Brasil

SERVIÇO – 15º CONCURSO MUNDIAL DE BRUXELAS – EDIÇÃO BRASIL

Data: 04 a 07 de abril de 2017

Local: Condomínio Vitivinícola Spa do Vinho – Bento Gonçalves – RS
Facebook: facebook.com/concursomundialdebruxelas

 

ATENDIMENTO IMPRENSA

Cássio Vilela
Tels: +55 (11) 2878-0111 ou 96786-7867
E‐mailcassio@promonde.com.br

15º CMB-BRASIL é organizado pela empresa belga VINOPRES.

Concurs Mondial de Bruxelles 2017 - 15º Edição Brasil

Concurs Mondial de Bruxelles 2017 – 15º Edição Brasil

APOIO

REVISTA VINHO MAGAZINE
IBRAVIN: INSTITUTO BRASILEIRO DO VINHO
GOVERNO DO RIO GRANDE DO SUL
SPVINHO
IBRAC
APRODECANA
CONDOMÍNIO VITIVINÍCOLA SPA DO VINHO

Concurso Carménère al mundo 2016

Na sua quinta versão, esse concurso chileno, que é organizado pela associação Nacional de engenheiros agrônomos de Chile (ANAIE) outorgou um total de 33 medalhas de ouro, sendo reconhecido como o melhor vinho da competição o Founder´s Collection 2013, da vinícola Undurraga.

 

Veja todas as medalhas de Ouro

Alchemysta Alchemy Carmenère 2015
Apaltagua Envero Gran Reserva 2014
Apaltagua Grial 2012
Arboleda Arboleda Carmenère 2014
Canepa Finisimo Gran Reserva Carmenère 2015
Carmen Carmen Gran Reserva Grande Vidure 2014
Casa Bauza Ensamblaje 2014
Casa Bauzá Presumido 2014
Casa Silva Altura 2009
Casa Silva Carmenere Reserva Cuvée  2015
Casa Silva Carmenère Malbec Reserva Cuvée 2015
Casa Silva Carmenère Syrah Reserva Cuvée 2015
Concha y Toro Casillero del diablo Reserva Privada Carmenère 2014
Cremaschi Furlotti Vénere 2013
Chocalán Carmenere reserva 2014
De Martino Armida 2009
Dely Verdugo Jara Dely 2016
Errazuriz Kai 2013
Estampa La Cruz  2012
Koyle Gran Reserva Carmenère 2013
La Rosa Cornellana Gran Reserva 2014
La Rosa La Capitana Barrel Reserve 2014
Maipo Gran Devoción
Maipo Vitral Carmenère 2015
Morandé Morandé Gran Reserva Carmenère 2012
Ravanal Ravanal MR 2014
Requingua Toro de Piedra Carmenère Cabernet Sauvignon 2014
San Pedro 1865 Single Vineyard Carmenère 2015
Siegel Wines Crucero Colection Carmenère 2015
Siegel Wines Unique Selection 2013
Terranoble Lahuen 2013
Undurraga Founders Collection Carmenère 2013
Ventisquero Vertice Carmenère Syrah 2012
Concurso Carménère al mundo 2016 - júri

Concurso Carménère al mundo 2016 – júri

Estudo centenário aponta vinho como investimento melhor do que arte

Desde 1900, vinhos raros valorizaram 5,3% ao ano acima da inflação.

Vinhos de alta qualidade representam investimentos melhores que objetos de arte, selos e títulos do governo, aponta uma pesquisa feita pela Cambridge Judge Business School em conjunto com a Vanderbilt University e a HEC Paris. O estudo que remonta a 1900.

Os pesquisadores usaram preços de casas de leilões no Reino Unido e constaram que os vinhos de alta gama, como os Premier Cru Classé de Bordeaux, por exemplo, tiveram uma apreciação de 5,3% ao ano acima da inflação durante todo o período estudado. Esse valor é muito superior aos 2,4% dos objetos de arte e os 2,8% dos selos e também seria acima dos 5,2% de valorização do mercado de ações mundial se não fossem os custos de armazenagem, que baixam os ganhos para 4,1% ao ano.

Premier Cru Classé de Bordeaux

Premier Cru Classé de Bordeaux

Segundo os analistas, algo notável a respeito do vinho é que seu valor pode subir ao mesmo tempo em que a qualidade do líquido cai. Os grandes exemplares maduram bem durante décadas, mas, com o tempo, podem se transformar em vinagre e tornarem-se impróprios para beber. Mas, mesmo assim, seu preço tende a subir.

Para Elroy Dimson, um dos autores do estudo, os vinhos muito antigos se transformam em “vinagres muito charmosos” para os colecionadores. Dimson e seus colegas argumentam que o valor do vinho tem três componentes. O de consumo imediato, os dividendos potenciais na espera por amadurecer e seu valor como um item de colecionador. Isso dá origem a um ciclo de vida “estranho” como é o do vinho velho, em que o valor aumenta impulsionado por seu apelo para o consumidor até que ele atinja a maturidade, então estanca e, em seguida, sobe novamente para um patamar final, em que apesar de você não poder beber, a raridade da garrafa faz com que ela se valorize.

Com o tempo, os preços dos vinhos também aumentam com o crescimento da riqueza. Quanto mais as pessoas podem pagar pelos vinhos de qualidade, mais o custo sobe. Portanto, o vinho tem uma correlação com os mercados de ações.

Cru Classé de Bordeaux

Cru Classé de Bordeaux

Júri de conhecedores elegeu a melhor Pilsen do Brasil

Em degustação às cegas, um júri de conhecedores elegeu a melhor Pilsen do Brasil, entre marcas que são facilmente encontráveis

Quando o assunto é cerveja, as discussões são das mais acaloradas. Todo apreciador tem sua marca favorita e a defende com quase o mesmo fervor e entusiasmo de um torcedor de futebol. Cerveja no Brasil é coisa séria. Foi pensando nisso que, tivemos a ousadia de promover uma grande degustação do tipo mais popular consumido no país, as Pilsen, e eleger as melhores em qualidade.

Para que tudo ocorresse da melhor maneira possível, adotamos alguns critérios. Primeiro, pesquisamos quais eram as marcas mais facilmente encontradas nos supermercados. Feita a seleção, fomos às compras. Respeitando os prazos de validade de cada marca, adquirimos todas as amostras a ser degustadas e, por meio de sorteio definimos a ordem em que seriam apresentadas aos jurados. Apenas duas pessoas de nossa equipe, que, claro, não participaram da prova, sabiam a ordem das garrafas. Foram 21 marcas, que demandaram cerca de 2 horas de degustação.

A grande campeã para nosso júri foi a Heineken, que recebeu as notas mais altas. Vale lembrar que, antes de ser feita a média das avaliações dos jurados, eliminamos o maior e o menor valor aferido a cada marca. Na sequência, até o sexto lugar, temos cervejas que se destacaram e que formam um grupo separado das demais amostras degustadas. Pela ordem, são elas: Eisenbahn Pilsen, Kirin Ichiban, Therezópolis Gold, Saint Bier e Way. Todas apresentaram, além de notas altas, comentários positivos dos degustadores. As demais amostras, como tiveram notas praticamente iguais, com diferenças de décimos, formaram grupos (leia o quadro).

O estilo cervejas Pilsen

As cervejas do tipo Pilsen são as mais consumidas em todo o mundo. Relativamente jovens na história da cerveja no mundo – que conta com relatos de sua existência desde aproximadamente 6000 a.C. –, o estilo surgiu em 1842 na cidade de Pilsen, na República Checa, e rapidamente caiu no gosto do consumidor. Alguns fatores justificam esse sucesso. Até então as cervejas eram mais escuras, turvas e mais complexas. As Pilsen surgem como uma opção mais leve, fácil de beber e com uma bela cor dourada e brilhante.

O Brasil segue a tendência mundial de mercado, tendo-a como a cerveja mais consumida. Porém, especialistas alertam que o que o consumidor bebe como Pilsen no país, na verdade, é uma variação do estilo, diferente do que os guias técnicos mostram e de como a cerveja é oferecida em países tradicionais. As principais diferenças estão no amargor, bem mais baixo nas versões nacionais, e no uso de cereais não maltados, como milho e arroz, em sua fórmula, ao contrário das tradicionais, que usam apenas malte de cevada. Conservantes e estabilizantes também aparecem em algumas versões, o que não acontece nas que seguem a receita original.

O ponto mais polêmico é a temperatura de serviço. No Brasil, a regra do “estupidamente gelada” é levada à risca. Sabe-se que, apesar do clima tropical, essa é uma estratégia apresentada pela indústria para mascarar eventuais defeitos ou até mesmo atributos negativos no sabor, já que o frio inibe a ação de nossas papilas gustativas. Além disso, a maioria das marcas nacionais, como mostrou nossa degustação, são bastante similares entre si.

Umas das questões que mais influenciam na qualidade da cerveja Pilsen servida no copo é seu frescor. Quanto mais perto da data de fabricação, melhor tende a ser a cerveja. Isso porque o estilo é bastante frágil a variações de temperatura, trepidações, luz, entre outros fatores. Portanto, em geral, quanto mais jovens, melhor.

Para nosso tira-teima, as cervejas foram adquiridas na forma que estão disponíveis para o consumidor comum, direto das gôndolas. Todas as amostras compradas estavam dentro da data de validade apontada pelo fabricante, e nenhuma delas com menos de um mês da data final.

Confira a classificação:

 

A melhor cerveja Pilsen do Brasil

 

A melhor cerveja Pilsen do Brasil

A melhor cerveja Pilsen do Brasil

 

A melhor cerveja Pilsen do Brasil: Ótimas e muito boas

 

A melhor cerveja Pilsen do Brasil: Ótimas e muito boas

A melhor cerveja Pilsen do Brasil: Ótimas e muito boas

 

A melhor cerveja Pilsen do Brasil: Boas

 

A melhor cerveja Pilsen do Brasil: Boas

A melhor cerveja Pilsen do Brasil: Boas

 

A melhor cerveja Pilsen do Brasil: Precisam melhorar

 

A melhor cerveja Pilsen do Brasil: Presicam melhorar

A melhor cerveja Pilsen do Brasil: Presicam melhorar

Fonte: Prazeres da Mesa

 

Lista completa de medalhas do Catad´Or Wine Awards Santiago de Chile 2016

A versão numero 21ª do concurso de vinhos mais importante do Chile, o Catad’Or Wine Awards Santiago já é história.

Com mais de 500 amostras de vinhos, provenientes do Chile, Argentina e Brasil, o concurso foi mais uma vez um grande sucesso.

Veja todos os vinhos que receberam medalhas na lista abaixo:

 

Catad´Or Wine Awards Santiago de Chile 2016

Catad´Or Wine Awards Santiago de Chile 2016

 

Medalhas do Catad´Or Wine Awards Santiago de Chile 2016

 

1 Gran Oro VENTISQUERO Ventisquero Grey Carménère 2014 Valle del Maipo
2 Gran Oro LA RESERVA DE CALIBORO Erasmo Torontel Late Harvest Blancos Semi dulces y dulces 2011 Valle del Maule
3 Gran Oro ARESTI Family Collection Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2012 Valle de Curicó
4 Gran Oro SOFRUCO ALIMENTOS LTDA. OSSA Tintos secos con mezcla de cepas 2008 Peumo
5 Gran Oro CONO SUR Silencio Cabernet Sauvignon 2011 Valle del Maipo
6 Gran Oro EL PRINCIPAL El Principal Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle del Maipo
7 Gran Oro MASSENEZ Donum Red Assemblage Tintos secos con mezcla de cepas 2011 Valle del Cachapoal
8 Gran Oro CASA SILVA Casa Silva Quinta Generaciom Tintos secos con mezcla de cepas 2012 Valle de Colchagua
9 Gran Oro FALERNIA Syrah Gran Reserva Syrah 2012 Valle del Elqui
10 Gran Oro BAUZA Vino PRESUMIDO Carménère Carmenere 2014 Valle del Maipo
11 Gran Oro BAUZA Pisco BAUZÁ Doble Destilado Añejado Especial 35º Espirituosos – Categoria Piscos 2014 Valle del Limarí
12 Gran Oro CASAS DEL TOQUI LEYENDA DEL TOQUI Tintos secos con mezcla de cepas 2010 Valle del Cachapoal
13 Oro LA RONCIERE Quiron Carmenere 2012 Valle de Colchagua
14 Oro EL AROMO Aromo Reserva Privada Malbec Malbec 2015 Valle del Maule
15 Oro EL AROMO Dogma Prime Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2013 Valle del Maule
16 Oro CONO SUR Single Vineyard Syrah Syrah 2015 Valle de San Antonio
17 Oro CASAS PATRONALES Casas Patronales Reserva Privada Cabernet Sauvignon 2012 Valle del Maule
18 Oro SAN JOSE DE APALTA San José de Apalta Etiqueta Azul Carmenere 2012 Valle del Cachapoal
19 Oro CASAS PATRONALES Casas Patronales Reserva Privada Carmenere 2012 Valle del Maule
20 Oro COUSIÑO MACUL S.A. Lota Tintos secos con mezcla de cepas 2010 Valle del Maipo
21 Oro CASAS PATRONALES Casas Patronales Maucho Carignan 2013 Valle del Maule
22 Oro LUIS FELIPE EDWARDS CDS VH CHI TTO MERLOT 750ML Merlot 2016 Valle Central
23 Oro SAN JOSE DE APALTA San José de Apalta Carmenere Reserva Carmenere 2013 Valle del Cachapoal
24 Oro SAN PEDRO Misiones de Rengo Gran Reserva Sauvignon Blanc Cuvee Sauvignon Blanc 2015 Valle de Leyda
25 Oro LA RONCIERE La Ronciere Nature (hasta 5 gr/lt azúcar) 0 Valle de Colchagua
26 Oro WHY NOT FAMILIA CECCHIN Malbec 2014 Mendoza
27 Oro SAN JOSE DE APALTA San José de Apalta Sparkling Brut Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2015 Valle del Cachapoal
28 Oro VIÑEDO CHADWICK MAX RESERVA Cabernet Sauvignon 2014 Valle del Aconcagua
29 Oro SOFRUCO ALIMENTOS LTDA. LA CAPITANA CARMENERE Carmenere 2014 Peumo
30 Oro VIÑEDOS PUERTAS CABALLO AZUL Tintos secos con mezcla de cepas 2012 Valle de Curicó
31 Oro SAN PEDRO Tarapaca Gran Reserva Carmenere Carmenere 2014 Valle del Maipo
32 Oro VIÑEDOS PUERTAS MATAPENQUERO 5 Tintos secos con mezcla de cepas 2010 Valle de Curicó
33 Oro BALDUZZI Cabernet Sauvignon Reserva Cabernet Sauvignon 2014 Valle del Maule
34 Oro CALYPTRA Calyptra Vivendo Assemblage Tintos secos con mezcla de cepas 2010 Valle del Cachapoal
35 Oro ALTO QUILIPIN Alto Quilipin Merlot 2014 Valle del Maule
36 Oro APALTAGUA Rosé Extra Brut Nature (hasta 5 gr/lt azúcar) 0 Valle de Colchagua
37 Oro REQUINGUA Toro de Piedra Gran Reserva Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle de Curicó
38 Oro REQUINGUA Santa Alba Gran Reserva Cabernet Sauvignon 2014 Valle de Colchagua
39 Oro MONTES Montes Outer Limits Cinsault Cinsault 2015 Valle del Itata
40 Oro ANTAWARA Antawara Reserva de Familia Cabernet Sauvignon 2010 Valle del Maipo
41 Oro VARASCHIN AGROFLORESTAL – Espumante Sopra Brut Rosé Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2013 Brasil
42 Oro SANTA EMA Catalina Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle del Maipo
43 Oro SANTA EMA EMA Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2012 Valle de Leyda
44 Oro SANTA EMA Amplus One Carmenere Carmenere 2014 Valle del Cachapoal
45 Oro MONTES Montes Alpha Syrah Syrah 2014 Valle de Colchagua
46 Oro MONTES Spring Harvest Sauvignon Blanc 2016 Valle de Leyda
47 Oro SIEGEL SIEGEL Tintos secos con mezcla de cepas 2012 Valle de Colchagua
48 Oro PUENTE AUSTRAL Puente Austral wines gran reserva Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle de Colchagua
49 Oro CREMASCHI FURLOTI Cremaschi Furlotti Vénere Tintos secos con mezcla de cepas 2012 Valle de Loncomilla
50 Oro UNDURRAGA Sibaris Sauvignon Blanc Sauvignon Blanc 2015 Valle de Leyda
51 Oro VIA WINES Chilcas Single Vineyard Cabernet Sauvignon 2013 Valle de Colchagua
52 Oro VIA WINES Chilcas Las Almas Carmenere 2012 Valle de Colchagua
53 Oro VIÑEDOS PASTENE Y CONCHA LIMITADA / OC WINES INICIO Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 0 Valle de Casablanca
54 Oro MIGUEL TORRES Pisco El Gobernador Espirituosos – Categoria Piscos 0 Valle del Limarí
55 Oro MIGUEL TORRES Manso de Velasco Cabernet Sauvignon 2012 Valle de Curicó
56 Oro MIGUEL TORRES Cordillera Carignan Vigno Carignan 2013 Valle del Maule
57 Oro MIGUEL TORRES Cordillera Carmenere Carmenere 2011 Valle de Curicó
58 Oro SUTIL Acrux Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle de Colchagua
59 Oro EL PRINCIPAL Memorias Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle del Maipo
60 Oro BALDUZZI Grand Reserve Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle del Maule
61 Oro UNDURRAGA Aliwen Sauvignon Blanc Sauvignon Blanc 2015 Valle de San Antonio
62 Oro CREMASCHI FURLOTI Cremaschi Furlotti Gran Reserva Chardonnay Chardonnay 2015 Valle de Loncomilla
63 Oro ESPALDARES ESPALDARES GRAN RESERVA Cabernet Sauvignon 2012 Valle del Maipo
64 Oro CASA SILVA Casa Silva Reserva Cuvee Colchagua Sauvignon Blanc 2016 Valle de Colchagua
65 Oro CASA SILVA Casa Silva Reserva Cuvee Colchagua Carmenere 2015 Valle de Colchagua
66 Oro CASA SILVA Casa Silva Gran Terroir de los Andes Carmenere 2014 Valle de Colchagua
67 Oro CASA SILVA Casa Silva Edicion Limitada Petit Verdot 2014 Valle de Colchagua
68 Oro CASA SILVA Casa Silva Late Harvest Doux o dulce (más de 40 gr/lt azúcar) 2016 Valle de Colchagua
69 Oro CASA SILVA Casa Silva Cool Coast Sauvignon Blanc 2016 Valle de Colchagua
70 Oro SANTA RITA Casa Real Carmenere 2013 Valle de Colchagua
71 Oro VENTISQUERO Ventisquero Herú Pinot Noir 2013 Valle de Casablanca
72 Oro FLAHERTY WINES LTDA Flaherty Cauquenes Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle del Maule
73 Oro CASAS DEL TOQUI Casas del Toqui Terroir Selection Gran Reserva Malbec Malbec 2014 Valle de Colchagua
74 Oro ESPALDARES ESPALDARES SINGLE BARREL Carmenere 2014 Valle del Maipo
75 Oro ALTOS VINOS Clos Andino Le Terroir Cabernet Sauvignon 2012 Valle del Cachapoal
76 Oro ESPALDARES Azimut Cero Cabernet Sauvignon 2013 Valle del Maipo
77 Oro BAUZA Vino CASA BAUZÁ Red Blend Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle del Maipo
78 Oro LUIS FELIPE EDWARDS LFE CIEN Carignan Carignan 2012 Valle del Maule
79 Oro LUIS FELIPE EDWARDS LFE900 Single Vineyard 2013 Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle de Colchagua
80 Oro VALDIVIESO Valdivieso Gran Reserva Single Valley Lot Carmenere 2014 Carmenere 2014 Valle de Rapel
81 Oro VALDIVIESO Caballo Loco Grand Cru Sagrada Familia 2010 Otros Tintos 2010 OTROS
82 Oro VALDIVIESO Caballo Loco Grand Cru Apalta 2011 Otros Tintos 2011 OTROS
83 Oro CASA VALDUGA VINHOS FINOS LTDA Casa Valduga RSV brut Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2013 Mendoza
84 Oro BAUZA Pisco BAUZÁ Doble Destilado Añejado Reservado 40º Espirituosos – Categoria Piscos 2014 Valle del Limarí
85 Oro DALBOSCO DALBOSCO GRAN RESERVA Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle del Limarí
86 Oro RPB SA Vino Espumante Blanco Nature – Marca Homenaje a Rufino Pablo Baggio Nature (hasta 5 gr/lt azúcar) 2015 Mendoza
87 Oro SANTA RITA Carmen Gran Reserva Syrah 2013 Valle de Colchagua
88 Oro CASAS DEL BOSQUE Syrah Pequeñas Producciones Syrah 2014 Valle de Casablanca
89 Oro SANTA RITA Bouganville Otros Tintos 2012 Valle del Maipo
90 Oro CASAS DEL TOQUI Casas del Toqui Terroir Selection Gran Reserva Carmenere Carmenere 2013 Valle del Cachapoal
91 Oro CASAS DEL TOQUI Casas del Toqui Gran Toqui Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2013 Valle del Cachapoal
92 Oro SANTA RITA Floresta Cabernet Franc 2012 Valle de Colchagua
93 Oro CASAS DEL BOSQUE Gran Estate Selection Syrah 2012 Valle de Casablanca
94 Oro COOPERATIVA AGRICOLA PISQUERA LTDA Monte Fraile Especial Espirituosos – Categoria Piscos 0 Valle del Elqui
95 Oro SANTA RITA Triple C Tintos secos con mezcla de cepas 2011 Valle del Maipo
96 Plata CREMASCHI FURLOTI Cremaschi Furlotti Edición Limitada de Familia Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle de Loncomilla
97 Plata CARTA VIEJA Kidia Reserva Chardonnay Chardonnay 2015 Valle de Loncomilla
98 Plata MAL PASO Pisco Mal Paso Espirituosos – Categoria Piscos 2015 Valle del Limarí
99 Plata EL ENTUSIASMO Topeadura Cabernet Sauvignon 2014 Valle del Maule
100 Plata VIA WINES Oveja Negra Pastures New Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle del Maule
101 Plata VENTISQUERO Ventisquero Grey Syrah 2014 Apalta
102 Plata EL AROMO Dogma Reserva Marselan / Carmenere Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle del Maule
103 Plata INVINA Sierra Batuco reserva Carmenere 2014 Valle del Maule
104 Plata MILLAMAN Paya de Millaman Malbec Malbec 2014 Valle de Curicó
105 Plata BOWINES – VITIVINICOLA GDM LTDA. Carae Carignan 2013 Valle del Maule
106 Plata INVINA Tricky Rabbit Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle del Maule
107 Plata VIA WINES Chilcas Single Vineyard Pinot Noir 2014 Valle de Casablanca
108 Plata ARESTI Código de Familia 380 Tintos secos con mezcla de cepas 2011 Valle de Curicó
109 Plata REQUINGUA Toro de Piedra Gran Reserva Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle de Curicó
110 Plata BAUZA Pisco BAUZÁ Aniversario Doble Destilado Extra Añejado Reservado 40º Espirituosos – Categoria Piscos 2007 Valle del Limarí
111 Plata SANTA RITA Casa Real Syrah 2014 Valle del Limarí
112 Plata REQUINGUA Santa Alba Reserva Cabernet Sauvignon 2015 Valle de Curicó
113 Plata CREMASCHI FURLOTI Cremaschi Furlotti Reserva Petit Verdot Petit Verdot 2015 Valle de Loncomilla
114 Plata CASA VALDUGA VINHOS FINOS LTDA Casa Valduga Arte Brut Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2014 Brasil
115 Plata CARTA VIEJA Kidia Gran Reserva Carmenére Carmenere 2012 Valle de Loncomilla
116 Plata ARESTI Family Collection Assemblage Tintos secos con mezcla de cepas 2012 Valle de Curicó
117 Plata CARTA VIEJA Kidia Gran Reserva Chardonnay Chardonnay 2012 Valle de Casablanca
118 Plata EL AROMO Aromo Viognier Viognier 2016 Valle del Maule
119 Plata LUIS FELIPE EDWARDS LFE Reserva Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2015 Valle de Colchagua
120 Plata LUIS FELIPE EDWARDS LFE Gran Reserva Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2014 Valle de Colchagua
121 Plata MONTES Montes Alpha Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2013 Valle de Colchagua
122 Plata SUTIL Chono Dalca Series Petit Verdot 2012 Valle de Colchagua
123 Plata SIEGEL SIEGEL SPECIAL RESERVE VIOGNIER Viognier 2015 Valle de Colchagua
124 Plata VALDIVIESO Valdivieso Nature Sparkling Wine Nature (hasta 5 gr/lt azúcar) 0 OTROS
125 Plata VALDIVIESO Valdivieso Eclat Syrah Limari 2011 Syrah 2011 Valle del Limarí
126 Plata CASA SILVA Casa Silva Reserva Cuvee Colchagua Syrah 2015 Valle de Colchagua
127 Plata KORTA Korta Barrel Selection reserve Petit Verdot 2014 Valle de Lontué
128 Plata CASAS DEL BOSQUE Gran Bosque Private Reserve Cabernet Sauvignon 2012 Valle del Maipo
129 Plata INDÓMITA Indómita Gran Reserva Sauvignon Blanc 2016 Sauvignon Blanc 2016 Valle de Casablanca
130 Plata REQUINGUA Toro de Piedra Gran Reserva Cabernet Sauvignon 2014 Valle de Colchagua
131 Plata LA RONCIERE Solares Tintos secos con mezcla de cepas 2011 Valle de Colchagua
132 Plata ESPALDARES AZIMUT CERO Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle del Maipo
133 Plata CASA SILVA Casa Silva Gran Terroir de los Andes Merlot 2014 Valle de Colchagua
134 Plata CASA SILVA Casa Silva Cool Coast Pinot Noir 2014 Valle de Colchagua
135 Plata WHY NOT WHY NOT EXTRA BRUT PINOT NOIR Nature (hasta 5 gr/lt azúcar) 2015 Mendoza
136 Plata CASA SILVA Casa Silva Reserva Cuvee Colchagua Cabernet Sauvignon 2015 Valle de Colchagua
137 Plata LA RONCIERE Quiron Syrah 2014 Valle de Colchagua
138 Plata CASAS DEL TOQUI Court Rollan Blanc de Blancs Extra Brut Nature (hasta 5 gr/lt azúcar) 2015 Valle del Cachapoal
139 Plata CASAS DEL TOQUI Casas del Toqui Barrel Series Reserva Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2015 Valle del Cachapoal
140 Plata EMILIANA Sparkling – Vino Espumante Organico Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2015 Valle de Casablanca
141 Plata ALTOS VINOS Clos Andino Le Terroir Carmenere 2015 Valle del Cachapoal
142 Plata CONO SUR Single Vineyard Chardonnay Chardonnay 2015 Valle de Casablanca
143 Plata CIA. PISQUERA DE CHILE S.A. Pisco Tres Erres Reservado 40° Espirituosos – Categoria Piscos 0 Valle del Elqui
144 Plata SANTA RITA Carmen Winemaker´s Black Carmenere 2012 Valle de Colchagua
145 Plata EMILIANA Novas Gran Reserva Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle de Colchagua
146 Plata COOPERATIVA AGRICOLA PISQUERA LTDA Monte Fraile Reservado Espirituosos – Categoria Piscos 0 Valle del Elqui
147 Plata OWM WINE MAKERS OWM Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle de Colchagua
148 Plata COOPERATIVA AGRICOLA PISQUERA LTDA alto del carmen The essence of muscat Espirituosos – Categoria Piscos 0 Atacama Valle del Huasco
149 Plata KORTA Korta Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2014 Valle de Lontué
150 Plata CONO SUR 20 Barrels Syrah Syrah 2013 Valle del Limarí
151 Plata PUENTE AUSTRAL Puente Austral wines reserva privada Carmenere 2014 Valle de Colchagua
152 Plata CONO SUR Single Vineyard Carmenere Carmenere 2015 Valle del Cachapoal
153 Plata VIÑEDOS PUERTAS PARNASO Tintos secos con mezcla de cepas 2010 Valle de Curicó
154 Plata CASAS DEL BOSQUE Late Harvest 2015 Doux o dulce (más de 40 gr/lt azúcar) 2015 Valle de Casablanca
155 Plata SOFRUCO ALIMENTOS LTDA. La Capitana Merlot Merlot 2014 Peumo
156 Plata VALLE FRIO VF Sauvignon Blanc 2014 Sauvignon Blanc 2014 Valle de Leyda
157 Plata PERALILLO WINES HSUR 8515 Reserve Tintos secos con mezcla de cepas 2015 Valle de Colchagua
158 Plata CONO SUR Ocio Pinot Noir 2013 Valle de Casablanca

 

 

Sai a lista dos 50 melhores restaurantes do mundo 2016

A revista britânica The Restaurant divulgou a lista dos 50 melhores restaurantes do mundo na noite desta segunda-feira, numa cerimônia para convidados em Nova York. No topo da lista, estreou a Osteria Francescana, do chef italiano Massimo Bottura, que fica em Modena. Há muito tempo não se via um restaurante italiano no topo da lista. Tivemos os espanhóis e dinamarqueses. Agora, é o retorno da Itália.

Em segundo lugar, veio El celler de can Roca, dos irmãos Roca, que no ano passado também ficou neste lugar no ranking. O único brasileiro da lista é o chef Alex Atala, que caiu do nono para o 11º lugar.

 

Sai a lista dos 50 melhores restaurantes do mundo 2016

Sai a lista dos 50 melhores restaurantes do mundo 2016

 

Confira a lista 50 melhores restaurantes do mundo 2016:

 

1º Osteria Francescana (Itália)
2º El Celler de Can Roca (Espanha)
3º Eleven Madison Park (EUA)
4º Central (Peru)
5º Noma (Dinamarca)
6º Mirazur (França)
7º Mugaritz (Espanha)
8º Narisawa (Japão)
9º Steirereck (Áustria)
10º Asador Etxebarri (Espanha)
11º D.O.M. (Brasil)
12º Quintonil (México)
13º Maido (Peru) —restaurante que mais subiu na lista (era o 44º colocado em 2015)
14º The Ledbury (Inglaterra)
15º Alinea (EUA)
16º Azurmendi (Espanha)
17º Piazza Duomo (Itália)
18º White Rabbit (Rússia)
19º Arpege (França) —o chef Alain Passard foi homenageado pelo conjunto da obra
20º Amber (Hong Kong)
21º Arzak (Espanha)
22º The Test Kitchen (África do Sul)
23º Gaggan (Tailândia)
24º Le Bernardin (EUA)
25º Pujol (México)
26º The Clove Club (Inglaterra) —a entrada mais alta
27º Saison (EUA)
28º Geranium (Dinamarca)
29º Tickets (Espanha)
30º Astrid y Gastón (Peru)
31º Nihonryori RyuGin (Japão)
32º Restaurant Andre (Singapura)
33º Attica (Austrália)
34º Tim Raue (Alemanha)
35º Vendôme (Alemanha)
36º Boragó (Chile)
37º Nahm (Tailândia)
38º De Librije (Holanda)
39º Le Calandre (Itália)
40º Relae (Dinamarca) —vencedor na categoria “restaurante sustentável”
41º Fäviken (Suécia)
42º Ultraviolet by Paul Pairet (China)
43º Biko (México)
44º Estela (EUA)
45º Dinner by Heston Blumenthal (Inglaterra)
46º Combal Zero (Itália)
47º Schloss Schauenstein (Suíça)
48º Blue Hill at Stone Barns (EUA)
49º Quique Dacosta (Espanha)
50º Septime (França)