Vidigal Dão D.O.C 2013

País Portugal
Volume 750ml
Tipo Tinto
Safra 2013
Sub-Região Dão D.O.C.
Uva 40% Touriga Nacional, 40% Jaen e 20% Alfocheiro
Teor Alcoólico 13%
Tipo de Uva Tinta Assemblage
Vidigal Dão D.O.C 2013

Vidigal Dão D.O.C 2013

Visual Linda cor vermelha cereja intensa
Olfativo Com estilo frutado ao extremo, este blend surpreende com uma inegável qualidade aromática, com aromas de muita riqueza e intensidade. Tem notas a frutos vermelhos silvestres que abundam e que com a oxigenação do vinho na taça vão se multiplicando, onde destacam-se e se percebem com maior nitidez a notas a cassis e cerejas vermelhas.
Gustativo Delicioso no seu ataque no paladar. Continua na mesma línea do mostrado no nariz. Muita fruta vermelha e um equilíbrio excelente são suas principais virtudes. Acidez vibrante e intensa que levanta a fruta e taninos que apesar de sua juventude estão completamente evoluídos provocando um paladar fresco, jovial.
Dica de Harmonização Medalhão de mignon ao molho funghi com polenta cremosa.
Churrasco de domingo
Bife chorizo ao molho madeira com batatas salteadas.
Pato assado com ameixas.
Costela bovina no bafo.
Temperatura de Serviço 16 ºC
Potencial de Guarda 6 anos
Pontuação Winechef

 

Comunicado oficial da Adega Cartuxa sobre o caso do Pêra-Manca falsificado

A Adega Cartuxa fez um comunicado no seu site, a propósito das medidas que tomaram contra os falsificadores.

Comunicado

Fundação Eugénio de Almeida – Adega Cartuxa 27/07/2016

No seguimento do comunicado ontem emitido pela ASAE sobre a apreensão de cerca de 1700 garrafas de vinho Pêra-Manca tinto da colheita de 2010 com rótulos, contra-rótulos e cápsulas contrafeitas, cabe à Fundação Eugénio de AlmeidaAdega Cartuxa esclarecer o seguinte:

Já não é a primeira vez que a Adega Cartuxa se vê confrontada com a tentativa de falsificação do seu vinho topo de gama, o Pêra-Manca tinto, e nesse sentido sempre colaborou com os órgãos de investigação criminal.

Já em 2013, uma investigação da ASAE levou à apreensão de garrafas falsas de Pêra-Manca tinto, no freeshop do Aeroporto de Lisboa. Esta operação foi denominada pela ASAE ‘Operação Premium’ e terá terminado em janeiro de 2015 por não terem encontrado mais vinhos falsificados.

Quando a Adega Cartuxa se deparou com este tipo de tentativa de fraude, iniciou um estudo que conduzisse a uma forma eficaz de evitar a falsificação do seu rótulo e das suas garrafas.

Este trabalho culminou numa colaboração com a Imprensa Nacional Casa da Moeda que em conjunto desenvolveram um selo que garante a autenticidade do vinho.

Este sistema consiste num selo que é colado de forma a abraçar o gargalo de cada garrafa ao nível da cápsula, não permitindo que esta seja retirada sem danificar o selo. Neste selo é impresso um holograma com uma imagem alusiva à marca e não é possível reproduzi-lo, mesmo em gráficas sofisticadas. O número do selo é único e não sequencial.

Pêra-Manca

Pêra-Manca

Como funciona?

Adquirida a garrafa, o consumidor deve ir sítio da internet da marca (www.cartuxa.pt) e apenas em três passos fazer o seguinte:

1 – Introduzir o código presente no selo de autenticidade;

2 – Introduzir os dados do consumidor (nome, email e país), carregar em validar e automaticamente será autenticado pelo sistema;

3 – Descarregar a ficha técnica do vinho Pêra-Manca tinto 2011, a útima colheita de Pêra-Manca tinto, e a primeira a ter este sistime inovador de autenticidade, onde lhe aparecerá a identificação do seu código de autenticidade, que corresponde ao número que está no selo.

 

Recorde-se que este selo foi usado pela primeira vez na colheita do Pêra-Manca tinto 2011. Este selo permite validar a autenticidade de cada uma das 31.665 garrafas lançadas no mercado em finais de 2015. Este sistema de inviolabilidade continuará a ser utilizado nas futuras colheitas.

A Fundação Eugénio de Almeida, considera mesmo, a extensão deste sistema contra falsificações, a outras marcas do seu portefólio.

José Mateus Ginó, Administrador Executivo da Fundação Eugénio de Almeida, admite que “perante as tentativas de práticas fraudulentas no setor, nomeadamente a falsificação de vinhos topo de gama, importa conceber métodos fiáveis que permitam assegurar essas situações e, acima de tudo, proteger o consumidor de fraudes ou falsificações garantindo-lhe a autenticidade do vinho que adquire”. O mesmo responsável sublinha ainda que “a Adega Cartuxa tem procurado seguir uma estratégia de investigação que evite a falsificação dos seus vinhos’. Esta estratégia culminou em finais de 2015 com o lançamento da mais recente colheita de Pêra-Manca tinto, a de 2011, já com o referido selo de garantia.

‘Embora este selo tenha sido utilizado pela primeira vez na colheita de 2011 – lançada para o mercado no final de 2015 – a Fundação Eugénio de Almeida sempre teve preocupações com a contrafação. Tanto assim que para dificultar tentativas de imitação elegeu para este vinho, lançado apenas em anos excecionais, uma garrafa bordalesa troncocónica, utilizada apenas para vinhos topo de gama. Optou por numerar todas as suas garrafas e escolheu um papel para os seus rótulos com uma textura e coloração exclusivas. Esta solução permitiu a que qualquer tentativa de imitação tenha resultado sempre em cópias grosseiras’, relembra José Mateus Ginó, Administrador Executivo da Fundação Eugénio de Almeida.

 

Esta solução permitiu ao consumidor, mesmo ao mais incauto, distinguir por simples exame visual a autenticidade da garrafa. No entanto, a Fundação Eugénio de Almeida procurou, com este selo, introduzido na ultima colheita, dar totais garantias ao consumidor.

Desde o seu lançamento, em 1990, apenas saíram para o mercado 13 colheitas de Pêra-Manca tinto: 1990, 1991, 1994, 1995, 1997, 1998, 2001, 2003, 2005, 2007, 2008, 2010 e 2011.

Na Fundação Eugénio de Almeida e na sua Adega Cartuxa todas as colheitas de Pêra-Manca tinto anteriores à de 2011 estão esgotadas.

 

Morre Denis Dubourdieu, considerado o papa do vinho branco

Enólogo francês, um dos mais respeitados pesquisadores da vitivinicultura, perdeu a batalha contra um câncer

O enólogo francês Denis Dubourdieu, considerado o papa do vinho branco e um dos mais respeitados pesquisadores da vitivinicultura, morreu nesta semana, após perder a batalha contra um câncer. A informação foi confirmada pelo Conselho da Classificação oficial dos vinhos de Bordeaux. Dubourdieu tinha 67 anos.

Nascido em uma família de viticultores, Dubourdieu dedicou toda a sua vida ao estudo e à produção de vinhos. Engenheiro agrônomo de formação, concluiu seu doutorado em 1982 com uma pesquisa sobre a composição macromolecular dos vinhos licorosos, um de seus maiores talentos, que mostra com o célebre rótulo L’Extravagant, um dos maiores Sauternes do mundo e um favorito entre os especialistas. Há quem diga que o vinho branco bordalês existe antes e depois de Dubourdieu. Ávido pesquisador, é considerado um dos maiores especialistas em vinificação e no envelhecimento de brancos.

O francês Denis Dubourdieu, eleito homem do ano pela revista "Decanter"

O francês Denis Dubourdieu, eleito homem do ano pela revista “Decanter”

Foi professor de enologia da Universidade de Bordeaux desde 1987, responsável por formar gerações de enólogos, publicou mais de 200 artigos científicos, e fundou o Institut des Sciences de la Vigne et du Vin em 2009, um prestigioso centro de pesquisa. Este ano, foi eleito o “homem do ano” pela revista Decanter, um grande honraria do mundo do vinho.

Sua lista de realizações é imensa e sua importância entre os amantes do vinho é unânime. Na internet, sua morte é lamentada por nomes como o da crítica inglesa Jancis Robinson, que o citou como um homem de enorme talento. Além de seu vasto conhecimento, é também lembrado por sua simplicidade e generosidade.

Dubourdieu administrava as propriedades da família em Bordeaux (entre elas Château Reynon, Doisy-Däene e Clos Floridène). Também prestava serviços como consultor para inúmeras vinícolas como Château d’Yquem, Cheval Blanc e Margaux (Pavillon Blanc). Deixa a mulher Florence e seus dois filhos Fabrice e Jean-Jacques.

Fonte: Estadão

Verallia lança garrafas mais facilmente descapsuláveis

Pelo que vimos até agora, descapsular uma garrafa não é uma tarefa fácil, mesmo para alguns profissionais do sector.

O problema está no sítio do corte da cápsula que, para alguns profissionais, diríamos, pouco informados, está no ponto mais alto, mesmo junto à boca. Na verdade deve estar mais abaixo, para que o vinho não toque na cápsula quando é vertido para o copo.

Para facilitar o serviço e acabar de ver com as dúvidas, a Verallia Portugal apresentou o Verallia Easy Open (V.E.O). As garrafas com este sistema apresentam um entalhe que marca perfeitamente onde se deve cortar a cápsula. Assim, a cápsula sai facilmente com um corte correcto e limpo, melhorando a imagem da garrafa de vinho.

A Verallia garante que o sistema não tem desvantagens para os produtores de vinho porque não implica nenhuma troca, nem na cápsula nem na linha de engarrafamento.

 

Verallia lança garrafas mais facilmente descapsuláveis

Verallia lança garrafas mais facilmente descapsuláveis

 

 

Vinícolas para visitar em Mendoza

No sopé da Cordilheira dos Andes, Mendoza talvez seja o destino vitivinícola mais prático e acessível para os brasileiros no exterior. A viagem não é longa, as opções de visitas são enormes, a comunicação é fácil e o câmbio favorável (na maioria das vezes). Atualmente, até voos diretos já existem. A charmosa cidade de Mendoza tem excelente infraestrutura turística e de hotelaria – das mais baratas às mais requintadas. Além disso, a gastronomia é fortíssima – muito baseada na carne, obviamente, mas com opções para todos os gostos.

As vinícolas ficam espalhadas em locais não muito próximos da cidade, portanto, é preciso alugar um carro ou, a melhor opção, contratar um chofer (eles costumam cobrar preço fechado para levar os turistas para visitas a três vinícolas em uma mesma região durante o dia). Então, vale a pena sair cedo, conhecer desde vinícolas pequenas e artesanais até grandes conglomerados, mas todos certamente preparados para receber os visitantes.

Escolha uma vinícola para fazer seu almoço e, à noite, saia dar uma volta pela cidade, que tende a manter o comercio aberto até mais tarde, pois, após o almoço, tudo fecha para a famosa sesta.

 

Vinícolas e dicas para visitar em Mendoza

Vinícolas e dicas para visitar em Mendoza

Vinícolas imperdíveis em Mendoza:

Achaval-Ferrer – Belas vistas e grandes vinhos em uma visita acolhedora.

Bodega Catena Zapata – Sua arquitetura inspirada em construções maias impressiona.

Bodega Norton – Modernidade e tradição em edifícios imponentes e extremo cuidado nos detalhes estéticos. Seu restaurante, La Vid, é excepcional.

Bodega Rutini – Seu museu de vinho é uma verdadeira aula de história da bebida.

Família Zuccardi – Um lugar para relaxar e comer a típica parillada argentina, feita com esmero.

Trivento – Magnífico deck, na beira de um lago, com vista para os vinhedos abaixo das montanhas.

 

Dicas imperdíveis em Mendoza:

Hotel Park Hyatt – Serviço, comodidade e localização excelentes, no coração da cidade.

Restaurante 1884 – Clássico restaurante do consagrado chef Francis Mallman em Mendoza. Comida e carta de vinhos primorosas.

Restaurante Azafran – Um lugar aconchegante com um menu repleto de delícias típicas argentinas em preparações elaboradas.

Restaurante Nadia O. F. – É preciso provar o menu degustação da chef Nadia Harón, esposa de Ortega Fournier, da Bodega O. Fournier, considerada uma das melhores chefs da argentina.

Parque Aconcágua – Vale a pena reservar um dia para fazer esse passeio de extrema beleza natural.

 

Vinho Yllera Crianza Tempranillo, 2009

País Espanha
Propriedade da Vinícola 150 hectares
Volume 750ml
Tipo Tinto
Safra 2009
Uva 100% Tempranillo
Teor Alcoólico 14%
Tipo de Uva Tinta Tempranillo
Amadurecimento 12 meses 80% americano 20% Francês.

 

Vinho Yllera Crianza Tempranillo, 2009

Vinho Yllera Crianza Tempranillo, 2009

 

Visual Vermelho rubi concentrado.
Olfativo Uma safra excelente em Castilla y León deu como resultado uma versão muito mais pura e perfeita deste vinho já consolidado na sua terra natal (Espanha) e que cada dia tem mais adeptos no Brasil. Encanta desde que o vinho é colocado na taça, com seus aromas bem intensos mas ao mesmo tempo absolutamente equilibrados. Já está começando a mostrar alguns traços entregues pela evolução durante estes quase 5 anos de garrafa, mas ainda são os aromas primários que dominam. Há muito cedro, intensas notas de cereja e regaliz, tudo em volta de delicadas notas defumadas aportadas pela guarda do vinho em madeiras.
Gustativo No ataque de boca o Tempranillo mostra toda sua supremacia com uma textura bem marcada, que deixa taninos mostrarem seu lado compacto, mas tem matéria frutal para sustentar e equilibrar um vinho cheio de encantos e qualidades, que vai ainda continuar melhorando por vários anos. É suculento, bem concentrado, com bastante madeira que está em plena sinfonia com os demais elementos.
Dica de Harmonização Ossobuco cozido lentamente em molho de pomodoro e arroz
Tournedo de mignon com purê de castanhas
Carré de cordeiro grelhado com lentilhas vermelhas
Medalhões de vitela com pimentões e purê de banana-da-terra
Confit de pato ao molho de amoras e cogumelos de Paris
Temperatura de Serviço 16º
Potencial de Guarda 10 anos
Nome da Vinícola Grupo Yllera
Ano de Fundação da Vinícola 1972
Pontuação Winechef  

 

Lista completa de medalhas do Catad´Or Wine Awards Santiago de Chile 2016

A versão numero 21ª do concurso de vinhos mais importante do Chile, o Catad’Or Wine Awards Santiago já é história.

Com mais de 500 amostras de vinhos, provenientes do Chile, Argentina e Brasil, o concurso foi mais uma vez um grande sucesso.

Veja todos os vinhos que receberam medalhas na lista abaixo:

 

Catad´Or Wine Awards Santiago de Chile 2016

Catad´Or Wine Awards Santiago de Chile 2016

 

Medalhas do Catad´Or Wine Awards Santiago de Chile 2016

 

1 Gran Oro VENTISQUERO Ventisquero Grey Carménère 2014 Valle del Maipo
2 Gran Oro LA RESERVA DE CALIBORO Erasmo Torontel Late Harvest Blancos Semi dulces y dulces 2011 Valle del Maule
3 Gran Oro ARESTI Family Collection Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2012 Valle de Curicó
4 Gran Oro SOFRUCO ALIMENTOS LTDA. OSSA Tintos secos con mezcla de cepas 2008 Peumo
5 Gran Oro CONO SUR Silencio Cabernet Sauvignon 2011 Valle del Maipo
6 Gran Oro EL PRINCIPAL El Principal Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle del Maipo
7 Gran Oro MASSENEZ Donum Red Assemblage Tintos secos con mezcla de cepas 2011 Valle del Cachapoal
8 Gran Oro CASA SILVA Casa Silva Quinta Generaciom Tintos secos con mezcla de cepas 2012 Valle de Colchagua
9 Gran Oro FALERNIA Syrah Gran Reserva Syrah 2012 Valle del Elqui
10 Gran Oro BAUZA Vino PRESUMIDO Carménère Carmenere 2014 Valle del Maipo
11 Gran Oro BAUZA Pisco BAUZÁ Doble Destilado Añejado Especial 35º Espirituosos – Categoria Piscos 2014 Valle del Limarí
12 Gran Oro CASAS DEL TOQUI LEYENDA DEL TOQUI Tintos secos con mezcla de cepas 2010 Valle del Cachapoal
13 Oro LA RONCIERE Quiron Carmenere 2012 Valle de Colchagua
14 Oro EL AROMO Aromo Reserva Privada Malbec Malbec 2015 Valle del Maule
15 Oro EL AROMO Dogma Prime Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2013 Valle del Maule
16 Oro CONO SUR Single Vineyard Syrah Syrah 2015 Valle de San Antonio
17 Oro CASAS PATRONALES Casas Patronales Reserva Privada Cabernet Sauvignon 2012 Valle del Maule
18 Oro SAN JOSE DE APALTA San José de Apalta Etiqueta Azul Carmenere 2012 Valle del Cachapoal
19 Oro CASAS PATRONALES Casas Patronales Reserva Privada Carmenere 2012 Valle del Maule
20 Oro COUSIÑO MACUL S.A. Lota Tintos secos con mezcla de cepas 2010 Valle del Maipo
21 Oro CASAS PATRONALES Casas Patronales Maucho Carignan 2013 Valle del Maule
22 Oro LUIS FELIPE EDWARDS CDS VH CHI TTO MERLOT 750ML Merlot 2016 Valle Central
23 Oro SAN JOSE DE APALTA San José de Apalta Carmenere Reserva Carmenere 2013 Valle del Cachapoal
24 Oro SAN PEDRO Misiones de Rengo Gran Reserva Sauvignon Blanc Cuvee Sauvignon Blanc 2015 Valle de Leyda
25 Oro LA RONCIERE La Ronciere Nature (hasta 5 gr/lt azúcar) 0 Valle de Colchagua
26 Oro WHY NOT FAMILIA CECCHIN Malbec 2014 Mendoza
27 Oro SAN JOSE DE APALTA San José de Apalta Sparkling Brut Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2015 Valle del Cachapoal
28 Oro VIÑEDO CHADWICK MAX RESERVA Cabernet Sauvignon 2014 Valle del Aconcagua
29 Oro SOFRUCO ALIMENTOS LTDA. LA CAPITANA CARMENERE Carmenere 2014 Peumo
30 Oro VIÑEDOS PUERTAS CABALLO AZUL Tintos secos con mezcla de cepas 2012 Valle de Curicó
31 Oro SAN PEDRO Tarapaca Gran Reserva Carmenere Carmenere 2014 Valle del Maipo
32 Oro VIÑEDOS PUERTAS MATAPENQUERO 5 Tintos secos con mezcla de cepas 2010 Valle de Curicó
33 Oro BALDUZZI Cabernet Sauvignon Reserva Cabernet Sauvignon 2014 Valle del Maule
34 Oro CALYPTRA Calyptra Vivendo Assemblage Tintos secos con mezcla de cepas 2010 Valle del Cachapoal
35 Oro ALTO QUILIPIN Alto Quilipin Merlot 2014 Valle del Maule
36 Oro APALTAGUA Rosé Extra Brut Nature (hasta 5 gr/lt azúcar) 0 Valle de Colchagua
37 Oro REQUINGUA Toro de Piedra Gran Reserva Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle de Curicó
38 Oro REQUINGUA Santa Alba Gran Reserva Cabernet Sauvignon 2014 Valle de Colchagua
39 Oro MONTES Montes Outer Limits Cinsault Cinsault 2015 Valle del Itata
40 Oro ANTAWARA Antawara Reserva de Familia Cabernet Sauvignon 2010 Valle del Maipo
41 Oro VARASCHIN AGROFLORESTAL – Espumante Sopra Brut Rosé Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2013 Brasil
42 Oro SANTA EMA Catalina Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle del Maipo
43 Oro SANTA EMA EMA Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2012 Valle de Leyda
44 Oro SANTA EMA Amplus One Carmenere Carmenere 2014 Valle del Cachapoal
45 Oro MONTES Montes Alpha Syrah Syrah 2014 Valle de Colchagua
46 Oro MONTES Spring Harvest Sauvignon Blanc 2016 Valle de Leyda
47 Oro SIEGEL SIEGEL Tintos secos con mezcla de cepas 2012 Valle de Colchagua
48 Oro PUENTE AUSTRAL Puente Austral wines gran reserva Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle de Colchagua
49 Oro CREMASCHI FURLOTI Cremaschi Furlotti Vénere Tintos secos con mezcla de cepas 2012 Valle de Loncomilla
50 Oro UNDURRAGA Sibaris Sauvignon Blanc Sauvignon Blanc 2015 Valle de Leyda
51 Oro VIA WINES Chilcas Single Vineyard Cabernet Sauvignon 2013 Valle de Colchagua
52 Oro VIA WINES Chilcas Las Almas Carmenere 2012 Valle de Colchagua
53 Oro VIÑEDOS PASTENE Y CONCHA LIMITADA / OC WINES INICIO Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 0 Valle de Casablanca
54 Oro MIGUEL TORRES Pisco El Gobernador Espirituosos – Categoria Piscos 0 Valle del Limarí
55 Oro MIGUEL TORRES Manso de Velasco Cabernet Sauvignon 2012 Valle de Curicó
56 Oro MIGUEL TORRES Cordillera Carignan Vigno Carignan 2013 Valle del Maule
57 Oro MIGUEL TORRES Cordillera Carmenere Carmenere 2011 Valle de Curicó
58 Oro SUTIL Acrux Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle de Colchagua
59 Oro EL PRINCIPAL Memorias Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle del Maipo
60 Oro BALDUZZI Grand Reserve Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle del Maule
61 Oro UNDURRAGA Aliwen Sauvignon Blanc Sauvignon Blanc 2015 Valle de San Antonio
62 Oro CREMASCHI FURLOTI Cremaschi Furlotti Gran Reserva Chardonnay Chardonnay 2015 Valle de Loncomilla
63 Oro ESPALDARES ESPALDARES GRAN RESERVA Cabernet Sauvignon 2012 Valle del Maipo
64 Oro CASA SILVA Casa Silva Reserva Cuvee Colchagua Sauvignon Blanc 2016 Valle de Colchagua
65 Oro CASA SILVA Casa Silva Reserva Cuvee Colchagua Carmenere 2015 Valle de Colchagua
66 Oro CASA SILVA Casa Silva Gran Terroir de los Andes Carmenere 2014 Valle de Colchagua
67 Oro CASA SILVA Casa Silva Edicion Limitada Petit Verdot 2014 Valle de Colchagua
68 Oro CASA SILVA Casa Silva Late Harvest Doux o dulce (más de 40 gr/lt azúcar) 2016 Valle de Colchagua
69 Oro CASA SILVA Casa Silva Cool Coast Sauvignon Blanc 2016 Valle de Colchagua
70 Oro SANTA RITA Casa Real Carmenere 2013 Valle de Colchagua
71 Oro VENTISQUERO Ventisquero Herú Pinot Noir 2013 Valle de Casablanca
72 Oro FLAHERTY WINES LTDA Flaherty Cauquenes Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle del Maule
73 Oro CASAS DEL TOQUI Casas del Toqui Terroir Selection Gran Reserva Malbec Malbec 2014 Valle de Colchagua
74 Oro ESPALDARES ESPALDARES SINGLE BARREL Carmenere 2014 Valle del Maipo
75 Oro ALTOS VINOS Clos Andino Le Terroir Cabernet Sauvignon 2012 Valle del Cachapoal
76 Oro ESPALDARES Azimut Cero Cabernet Sauvignon 2013 Valle del Maipo
77 Oro BAUZA Vino CASA BAUZÁ Red Blend Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle del Maipo
78 Oro LUIS FELIPE EDWARDS LFE CIEN Carignan Carignan 2012 Valle del Maule
79 Oro LUIS FELIPE EDWARDS LFE900 Single Vineyard 2013 Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle de Colchagua
80 Oro VALDIVIESO Valdivieso Gran Reserva Single Valley Lot Carmenere 2014 Carmenere 2014 Valle de Rapel
81 Oro VALDIVIESO Caballo Loco Grand Cru Sagrada Familia 2010 Otros Tintos 2010 OTROS
82 Oro VALDIVIESO Caballo Loco Grand Cru Apalta 2011 Otros Tintos 2011 OTROS
83 Oro CASA VALDUGA VINHOS FINOS LTDA Casa Valduga RSV brut Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2013 Mendoza
84 Oro BAUZA Pisco BAUZÁ Doble Destilado Añejado Reservado 40º Espirituosos – Categoria Piscos 2014 Valle del Limarí
85 Oro DALBOSCO DALBOSCO GRAN RESERVA Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle del Limarí
86 Oro RPB SA Vino Espumante Blanco Nature – Marca Homenaje a Rufino Pablo Baggio Nature (hasta 5 gr/lt azúcar) 2015 Mendoza
87 Oro SANTA RITA Carmen Gran Reserva Syrah 2013 Valle de Colchagua
88 Oro CASAS DEL BOSQUE Syrah Pequeñas Producciones Syrah 2014 Valle de Casablanca
89 Oro SANTA RITA Bouganville Otros Tintos 2012 Valle del Maipo
90 Oro CASAS DEL TOQUI Casas del Toqui Terroir Selection Gran Reserva Carmenere Carmenere 2013 Valle del Cachapoal
91 Oro CASAS DEL TOQUI Casas del Toqui Gran Toqui Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2013 Valle del Cachapoal
92 Oro SANTA RITA Floresta Cabernet Franc 2012 Valle de Colchagua
93 Oro CASAS DEL BOSQUE Gran Estate Selection Syrah 2012 Valle de Casablanca
94 Oro COOPERATIVA AGRICOLA PISQUERA LTDA Monte Fraile Especial Espirituosos – Categoria Piscos 0 Valle del Elqui
95 Oro SANTA RITA Triple C Tintos secos con mezcla de cepas 2011 Valle del Maipo
96 Plata CREMASCHI FURLOTI Cremaschi Furlotti Edición Limitada de Familia Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle de Loncomilla
97 Plata CARTA VIEJA Kidia Reserva Chardonnay Chardonnay 2015 Valle de Loncomilla
98 Plata MAL PASO Pisco Mal Paso Espirituosos – Categoria Piscos 2015 Valle del Limarí
99 Plata EL ENTUSIASMO Topeadura Cabernet Sauvignon 2014 Valle del Maule
100 Plata VIA WINES Oveja Negra Pastures New Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle del Maule
101 Plata VENTISQUERO Ventisquero Grey Syrah 2014 Apalta
102 Plata EL AROMO Dogma Reserva Marselan / Carmenere Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle del Maule
103 Plata INVINA Sierra Batuco reserva Carmenere 2014 Valle del Maule
104 Plata MILLAMAN Paya de Millaman Malbec Malbec 2014 Valle de Curicó
105 Plata BOWINES – VITIVINICOLA GDM LTDA. Carae Carignan 2013 Valle del Maule
106 Plata INVINA Tricky Rabbit Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle del Maule
107 Plata VIA WINES Chilcas Single Vineyard Pinot Noir 2014 Valle de Casablanca
108 Plata ARESTI Código de Familia 380 Tintos secos con mezcla de cepas 2011 Valle de Curicó
109 Plata REQUINGUA Toro de Piedra Gran Reserva Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle de Curicó
110 Plata BAUZA Pisco BAUZÁ Aniversario Doble Destilado Extra Añejado Reservado 40º Espirituosos – Categoria Piscos 2007 Valle del Limarí
111 Plata SANTA RITA Casa Real Syrah 2014 Valle del Limarí
112 Plata REQUINGUA Santa Alba Reserva Cabernet Sauvignon 2015 Valle de Curicó
113 Plata CREMASCHI FURLOTI Cremaschi Furlotti Reserva Petit Verdot Petit Verdot 2015 Valle de Loncomilla
114 Plata CASA VALDUGA VINHOS FINOS LTDA Casa Valduga Arte Brut Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2014 Brasil
115 Plata CARTA VIEJA Kidia Gran Reserva Carmenére Carmenere 2012 Valle de Loncomilla
116 Plata ARESTI Family Collection Assemblage Tintos secos con mezcla de cepas 2012 Valle de Curicó
117 Plata CARTA VIEJA Kidia Gran Reserva Chardonnay Chardonnay 2012 Valle de Casablanca
118 Plata EL AROMO Aromo Viognier Viognier 2016 Valle del Maule
119 Plata LUIS FELIPE EDWARDS LFE Reserva Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2015 Valle de Colchagua
120 Plata LUIS FELIPE EDWARDS LFE Gran Reserva Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2014 Valle de Colchagua
121 Plata MONTES Montes Alpha Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2013 Valle de Colchagua
122 Plata SUTIL Chono Dalca Series Petit Verdot 2012 Valle de Colchagua
123 Plata SIEGEL SIEGEL SPECIAL RESERVE VIOGNIER Viognier 2015 Valle de Colchagua
124 Plata VALDIVIESO Valdivieso Nature Sparkling Wine Nature (hasta 5 gr/lt azúcar) 0 OTROS
125 Plata VALDIVIESO Valdivieso Eclat Syrah Limari 2011 Syrah 2011 Valle del Limarí
126 Plata CASA SILVA Casa Silva Reserva Cuvee Colchagua Syrah 2015 Valle de Colchagua
127 Plata KORTA Korta Barrel Selection reserve Petit Verdot 2014 Valle de Lontué
128 Plata CASAS DEL BOSQUE Gran Bosque Private Reserve Cabernet Sauvignon 2012 Valle del Maipo
129 Plata INDÓMITA Indómita Gran Reserva Sauvignon Blanc 2016 Sauvignon Blanc 2016 Valle de Casablanca
130 Plata REQUINGUA Toro de Piedra Gran Reserva Cabernet Sauvignon 2014 Valle de Colchagua
131 Plata LA RONCIERE Solares Tintos secos con mezcla de cepas 2011 Valle de Colchagua
132 Plata ESPALDARES AZIMUT CERO Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle del Maipo
133 Plata CASA SILVA Casa Silva Gran Terroir de los Andes Merlot 2014 Valle de Colchagua
134 Plata CASA SILVA Casa Silva Cool Coast Pinot Noir 2014 Valle de Colchagua
135 Plata WHY NOT WHY NOT EXTRA BRUT PINOT NOIR Nature (hasta 5 gr/lt azúcar) 2015 Mendoza
136 Plata CASA SILVA Casa Silva Reserva Cuvee Colchagua Cabernet Sauvignon 2015 Valle de Colchagua
137 Plata LA RONCIERE Quiron Syrah 2014 Valle de Colchagua
138 Plata CASAS DEL TOQUI Court Rollan Blanc de Blancs Extra Brut Nature (hasta 5 gr/lt azúcar) 2015 Valle del Cachapoal
139 Plata CASAS DEL TOQUI Casas del Toqui Barrel Series Reserva Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2015 Valle del Cachapoal
140 Plata EMILIANA Sparkling – Vino Espumante Organico Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2015 Valle de Casablanca
141 Plata ALTOS VINOS Clos Andino Le Terroir Carmenere 2015 Valle del Cachapoal
142 Plata CONO SUR Single Vineyard Chardonnay Chardonnay 2015 Valle de Casablanca
143 Plata CIA. PISQUERA DE CHILE S.A. Pisco Tres Erres Reservado 40° Espirituosos – Categoria Piscos 0 Valle del Elqui
144 Plata SANTA RITA Carmen Winemaker´s Black Carmenere 2012 Valle de Colchagua
145 Plata EMILIANA Novas Gran Reserva Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle de Colchagua
146 Plata COOPERATIVA AGRICOLA PISQUERA LTDA Monte Fraile Reservado Espirituosos – Categoria Piscos 0 Valle del Elqui
147 Plata OWM WINE MAKERS OWM Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle de Colchagua
148 Plata COOPERATIVA AGRICOLA PISQUERA LTDA alto del carmen The essence of muscat Espirituosos – Categoria Piscos 0 Atacama Valle del Huasco
149 Plata KORTA Korta Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2014 Valle de Lontué
150 Plata CONO SUR 20 Barrels Syrah Syrah 2013 Valle del Limarí
151 Plata PUENTE AUSTRAL Puente Austral wines reserva privada Carmenere 2014 Valle de Colchagua
152 Plata CONO SUR Single Vineyard Carmenere Carmenere 2015 Valle del Cachapoal
153 Plata VIÑEDOS PUERTAS PARNASO Tintos secos con mezcla de cepas 2010 Valle de Curicó
154 Plata CASAS DEL BOSQUE Late Harvest 2015 Doux o dulce (más de 40 gr/lt azúcar) 2015 Valle de Casablanca
155 Plata SOFRUCO ALIMENTOS LTDA. La Capitana Merlot Merlot 2014 Peumo
156 Plata VALLE FRIO VF Sauvignon Blanc 2014 Sauvignon Blanc 2014 Valle de Leyda
157 Plata PERALILLO WINES HSUR 8515 Reserve Tintos secos con mezcla de cepas 2015 Valle de Colchagua
158 Plata CONO SUR Ocio Pinot Noir 2013 Valle de Casablanca

 

 

Receita fácil: Shimeji na Manteiga

Ingredientes

200g de Shimeji
2 colheres (sopa) de molho shoyu
1 colher (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de manteiga
Cebolinha (a gosto)

 

Modo de preparo

Separe o shimeji com as mãos em pedaços menores e reserve.

Em uma panela quente derreta 1 colher (sopa) de manteiga, adicione o shimeji e frite misturando sempre por 2 minutos ou até dar uma leve murchada.

Junte 1 colher (chá) de açúcar, 2 colheres (sopa) de Molho Shoyu e cozinhe misturando sempre por mais 2 minutos ou até reduzir bem o molho.

Finalize com cebolinha picada e sirva ainda quente.

 

Receita fácil Shimeji na Manteiga

Receita fácil Shimeji na Manteiga

Finalmente um português vai colaborar com o guia de vinhos mais vendido do mundo!

André Ribeirinho, um dos fundadores da plataforma de vinhos Adegga, será o primeiro português a recomendar os vinhos nacionais no Hugh Johnson’s Pocket Wine Book, o guia de vinhos mais vendido do mundo (cerca de 12 milhões de cópias).

Anteriormente, a responsabilidade da seleção dos vinhos portugueses era da escritora e crítica de vinhos britânica Sara Ahmed, que continuará a trabalhar com Portugal, mas noutra vertente.

André Ribeirinho será a partir de agora o responsável pela seleção dos vinhos e produtores portugeses que entram no guia. Nas edições anteriores, Portugal entrava em conjunto com a Espanha, enquanto que agora terá uma secção exclusiva e um maior número de referências.

André Ribeirinho foi considerado, em 2010, a Personalidade do Ano na área do vinho pelo jornal Diário de Notícias ed Portugal, e participa regularmente no painel de jurados do Concurso Mundial de Bruxelas e é co-fundador da #winelover, comunidade com 21 000 membros.

 

Hugh Johnson's Pocket Wine Book

Hugh Johnson’s Pocket Wine Book

 

André Ribeirinho

Aprenda quando decantar um vinho

Decantar é o ato de despejar vinho da garrafa em outro recipiente, normalmente de vidro, chamado decanter.

A finalidade básica de se decantar um vinho é unicamente separar o líquido de depósitos concentrados no fundo da garrafa, sedimentos naturais formados durante seu processo de envelhecimento em garrafa.

O uso do decanter para servir o vinho tem seu charme, mas a verdade é que a maioria dos vinhos não precisa ser decantada. Como regra geral, Portos Vintage e tintos feitos para serem guardados por anos, especialmente os que levem cepas de coloração mais profunda e os mais tânicos – como, por exemplo, aqueles à base de Cabernet Sauvignon, Merlot, Syrah, Nebbiolo e Sangiovese – são os que necessitam de decantação. Brancos antigos que tenham depósitos também ficam mais atraentes e brilhantes se decantados.

O que vai determinar se um vinho precisa ser decantado é a simples avaliação da existência de sedimentos no fundo da garrafa, que pode ser feita colocando-a contra a luz ou sob uma vela.

 

Aprenda quando decantar um vinho

Aprenda quando decantar um vinho

 

Uma questão recorrente é quanto tempo antes do consumo se deve decantar o vinho. Não existe uma regra para isso, mas um bom parâmetro é considerar que quanto mais jovem, menos importa o tempo em que ele descansa no decanter, enquanto que para vinhos antigos o ideal é decantá-los o mais próximo da hora de beber possível. Isso porque, via de regra, eles são mais sensíveis à ação do oxigênio, podendo perder sua vivacidade se permanecerem muito tempo em contato com o ar (a área de exposição do líquido com a atmosfera é bem maior no decanter do que na garrafa). Por isso, para vinhos antigos, costuma-se recomendar o double-decanting, ou seja, que a garrafa original seja enxaguada com água, para remoção dos depósitos, e o vinho seja cuidadosamente devolvido para essa garrafa e arrolhado até ser servido.

Continua…