Châteaux La Conseillante expande seu território

 

É a primeira vez que o tradicional Châteaux francês incorpora terras desde 1753

A Châteaux La Conseillante (Pomerol, França) anunciou mudanças pela primeira vez em muito tempo.

A produtora está sob nova direção depois que Jean-Michel Laporte, que diretor da La Conseillante desde 2003, anunciou sua saída no início deste ano.

Quem assumiu a nova função foi Marielle Cazeaux. A principal mudança aconteceu nas vinhas: a La Conseillante aumentou seu tamanho em 12,7 hectares, comprando terrenos localizados perto da Vieux Château Certan.

Foi a primeira vez desde 1735 que a Chateaux expandiu seu território.

Chateaux La Conseillante expande seu território

Chateaux La Conseillante expande seu território

 

Veja Também:

 

 

Receita fácil de Sopa de Camarão

 

Imagina preparar em poucos minutos uma sofisticada sopa de camarão, deliciosa, e muito saudável.

A chef Edneia Benfica preparou esta receita, que certamente você vai a adorar.

Ingredientes para preparar Sopa de Camarão

 

1 Quilo de camarões médios descascados

1 Cebola pequena picada

2 Xicaras de chá de água

1 Pitada de noz moscada

1 Limão (suco e a casaca ralada)

2 Colher de sopa de manteiga

1 Xicara de chá de creme de leite

1 Colher de sopa de farinha de trigo

Sal e pimenta do reino

Receita fácil de Sopa de Camarão

Receita fácil de Sopa de Camarão

 

Preparação da Sopa de Camarão

 

Limpe e pique os camarões, cozinhe-os na água com a cebola e a casca do limão por 5 minutos e coe.

Reserve o caldo

Em outra panela derreta a manteiga, adicione a farinha de trigo, o caldo e o creme de leite. Deixe ferver.

Tempere com noz moscada, sal e pimenta.

Junte ao creme os camarões, o suco de limão e deixe ferver.

 

Dica da chef

Sirva sua sopa sempre quente, pode acompanha-la com torradas ou com croutons.

 

Veja Também:

 

Vinhos do Alentejo elegem Melhor Sommelier no Brasil

Concurso acontece durante o mês de setembro

Durante o mês de setembro, é promovida a 5ª edição de “O Melhor Sommelier Vinhos do Alentejo no Brasil”, concurso exclusivo para profissionais ligados ao serviço do vinho em restaurantes, lojas, empórios ou importadoras.

O crítico de vinhos Alexandre Lalas dirige uma sessão de formação onde explica alguns dos conceitos-chave da região alentejana, como história, terroir, produtores e perfil dos vinhos. Os concorrentes participarão de seguida numa prova de vinhos alentejanos, que termina com um teste escrito de caráter classificatório. Aquele que mais conhecimentos revelar sobre os vinhos alentejanos mais hipóteses terá de se sagrar “O Melhor Sommelier” do concurso, beneficiando de uma tour e provas exclusivas pela região portuguesa, durante uma semana.

“O Melhor Sommelier Vinhos do Alentejo no Brasil” promoverá sessões em Brasília (12 setembro, Kubitschek Plaza Hotel), no Rio de Janeiro (15 setembro, Porto Bay Rio Internacional), em Curitiba (18 setembro, Pestana Curitiba Hotel) e em São Paulo (22 setembro, Unibes Cultural).

Vinhos do Alentejo elegem Melhor Sommelier no Brasil

Vinhos do Alentejo elegem Melhor Sommelier no Brasil

De recordar que a anterior edição do concurso sagrou Wallace Gonçalves Neves, sommelier do hotel Sheraton Rio de Janeiro, como vencedor.

O concurso é uma organização da CVRA – Comissão Vitivinícola Regional Alentejana, com produção EV-Essência do Vinho.

A região do Alentejo é líder do mercado português de vinhos – detém 44% em volume e 44,5% em termos de valor –, segundo dados referentes a 2016 da AC Nielsen. E o Brasil é o segundo principal mercado importador dos vinhos alentejanos no mundo, com cerca de 3,7 milhões de garrafas por ano.

 

Fonte: Revista de Vinhos de Portugal

 

Veja Também:

 

Quando devemos decantar um vinho?

 

Todo o mundo já escutou alguma vez sobre isso, mas o que realmente significa?

Como já aprofundei em uma matéria anterior em relação ao fato de tirar a rolha para que o vinho respire (e deixamos claro naquela matéria que tirar a rolha não serve para nada), então, a primeira coisa que devemos entender é que não são todos os vinhos que devem ser decantados – já que muitos deles não se beneficiam com a decantação, mas ao contrário: em questão de minutos, a presença de oxigênio os deteriora aromaticamente.

Os vinhos espumantes, brancos e rosés

Não são decantados quase nunca. Existem casos de vinhos brancos que, em algumas raras exceções, são decantados (só os grandes e mais complexos vinhos brancos, ou seja, os brancos top’s a nível mundial que conseguem ter uma vida longa e que precisam de oxigenação para entregar todas as suas virtudes).

Mas em relação aos vinhos brancos tradicionais. os aromas destes vinhos são muito frágeis, e normalmente basta tirar a rolha que estes se mostram com uma perfeita intensidade e exuberância. Neste caso, o melhor é abrir a garrafa e colocar o vinho imediatamente na taça, já que é durante os primeiros minutos que os aromas deste estilo de vinhos vão se expressar com maior qualidade. Então, se decantarmos um vinho deste tipo, só vai fazer com que estes aromas desapareçam com o oxigênio que entrarão no decanter, e quando o vinho chegar à taça já não vai ter ficado mais nada.

Quando, como e por que devemos decantar um vinho?

Quando, como e por que devemos decantar um vinho?

Os vinhos tintos

Agora falando dos vinhos tintos, a maioria deles também não precisa decantação, seguindo a mesma lógica explicada anteriormente. Eles perdem muito com a decantação. Todos os vinhos varietais (sem estágio em madeira) e os vinhos simples (mesmo que sejam tintos) devem ser colocados direito na taça.

Quando temos vinhos que possuem uma importante concentração de “polifenóis” (cor, aromas e sabor), estes precisam do oxigênio para se manifestar com maior qualidade e complexidade, e é neste caso que é preciso decantar, isto é, independente da uva, e o que vai importar vai ser o vinho, a concentração e a qualidade que ele tenha.

 Para decantar um vinho, use a seguinte lógica:

vinhos simples para consumo rápido não devem ser decantados e vinhos de melhor qualidade, mais concentrados, que tiveram guarda em madeira ou que já apresentam certa idade devem ser decantados.

Esta ação de decantação parece não ter importância, mas na verdade tem sim. Um vinho de muita qualidade servido sem decantar é um grande desperdício – lembre-se que é o oxigênio que produz o efeito da liberação das partículas aromáticas, então, o decanter deve ter uma “boca” suficientemente grande para que possa existir um intercâmbio entre o oxigênio e o líquido. Logo, não adianta colocar o vinho em um decanter e encher até o topo e não deixar que o líquido tenha contato com o oxigênio.

Por último, vai depender da concentração do vinho o tempo que vai ser necessário decantar; vinhos mais concentrados vão necessitar mais tempo. O que você pode fazer é deixá-los sempre no decanter entre 20 e 30 minutos antes de beber, isso também dá valor ao vinho, porque ele vai melhorar não só sensorialmente, mas também “psicologicamente”, no sentido que as pessoas sempre associam vinhos decantados a vinhos de qualidades.

E o fato de ter que esperar que o vinho termine de se oxigenar no decanter dá uma sensação de expectativa muito positiva… É como esperar que o pão saia do forno na padaria, ou seja, parece que o pão é sempre melhor quando está fresquinho… E o vinho também é sempre melhor quando é decantado.

 

O polêmico aroma de petróleo nos vinhos. Você gosta?

 

O aroma a petróleo é considerado uns dos mais nobres quando se trata da uva Riesling

Por serem diferentes e talvez não muito agradáveis ao olfato humano (mas, sim, nos vinhos) é o caso das célebres e sempre aplaudidas notas de “petróleo”, ou “gasolina”, ou “pólvora”, que alguns vinhos podem ter.

No caso destas descrições, eles aparecem com muita frequência nos vinhos da uva Riesling principalmente quando se trata dos expoentes provenientes de solos calcários, que é o caso de muitos dos Riesling’s alemães, alsacianos e austríacos, mesmo que eles sejam jovens.

É um aroma que na nossa imaginação parece algo negativo, porque na realidade eles são, mas quando aparecem nos vinhos acompanhados de notas de mel, azahar e pétalas de rosas, Se dá uma experiência sensorial fabulosa, que é realmente estimulante.

Aromas a petroleo

Aromas a petroleo

Quando falamos de vinhos já evoluídos são quando estes tipos de aromas se manifestam na sua máxima magnitude. Eles aportam muita classe e identidade no vinho além de ser um diferenciador muito importante na hora de analisar a tipicidade da uva.

Se aparecer um dia a oportunidade de experimentar um vinho elaborado com a uva Riesling, mesmo que seja um de uma faixa de preço baixa, tentem buscar os aromas a petróleo, é muito provável que encontrem por ai, então vão entender o porquê que este aroma é considerado uns dos mais nobres da paleta olfativa dos vinhos.

Veja também:

 

 

Portugal supera argentina no mercado brasileiro

Portugal ultrapassou a Argentina e ocupa agora o segundo lugar no ranking de vinhos importados no Brasil.

Os dados são da Consultoria Ideal e mostram que houve uma evolução positiva – em volume e em valor – no primeiro trimestre de 2017, em relação ao mesmo período do ano passado.

Em volume, Portugal passou de 12% para 17,3% e, em valor, de 10,8% para 15,4%.

A Argentina encontra-se agora na terceira posição, com 14,1% em volume e 14,1% em valor.

O Chile lidera a tabela, detendo 42,6% das importações em volume e 42,9% em valor.

Relembre-se que o Brasil é o nono principal mercado de exportação para os vinhos portugueses, e que existe uma aposta crescente em ações de promoção neste país.

Até ao final do ano, por exemplo, estão previstas iniciativas da ViniPortugal, do Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto (IVDP) e dos Vinhos do Alentejo.

Portugal supera argentina no mercado brasileiro

Portugal supera argentina no mercado brasileiro

Fonte: Revista de Vinhos de Portugal.

 

Veja também:

 

 

Barca Velha 2008 com nota máxima

Norte-americana “Wine Enthusiast” atribui 100 pontos

O mais recente Barca Velha, da vindima 2008, recebeu classificação máxima da revista norte-americana “Wine Enthusiast”. A publicação atribuiu 100 pontos, fazendo do Barca Velha o primeiro vinho português não fortificado a alcançar pontuação máxima numa revista especializada norte-americana de referência.

“Esta distinção nunca antes alcançada representa, acima de tudo, o reconhecimento do esforço constante que a Casa Ferreirinha tem feito desde 1952 para assegurar a sustentada melhoria dos vinhos DOC do Douro, cortando-se hoje como a marca de referência da região junto da mais exigente crítica internacional e de um crescente número de consumidores”, comenta o enólogo Luis Sottomayor.

“Estamos perante um Barca Velha de grande gabarito, um vinho para conhecedores porque demora a mostrar-se. É preciso tempo e paciência para revelar tudo o que vale. E é muito!”, acrescenta.

Barca Velha 2008 com nota máxima

Barca Velha 2008 com nota máxima

Fonte: Revista de Vinhos de Portugal.

 

Veja Também:

 

 

Receita rápida de Risoto de Champignon

 

Para curtir o fim de semana, que tal preparar as deliciosa receita de Risoto de Champignon!

Tempo médio de preparo: 30min

Rendimento: 3 a 4 Porções

 

 Ingredientes do Risoto de Champignon

 

400 gramas de cogumelos frescos

1 cebola picada

400 gramas de arroz arbóreo

300 ml  de vinho branco seco

500 ml  de fundo ( se preferir faça um fundo com agua e legumes ou com Knorr)

100 gramas de parmesão ralado

Azeite de oliva

4 dentes de alho

Salsa picada

Sal e pimenta

Risoto de Champignon

Risoto de Champignon

 

Modo de Preparo do Risoto de Champignon

 

1: Corte os cogumelos em lâminas médias

2: Em uma panela grande frite lentamente os cogumelos com bastante azeite, a salsinha e os dentes de alho inteiros (que serão descartados depois)

3: Depois de uns 10 minutos (o champignon solta uma água e ele deve ser cozido nela) adicione a cebola e retire os alhos (pode picá-los e devolvê-los na panela se quiser), refogue esses ingredientes por alguns minutos mexendo delicadamente

4: Adicione o arroz

5: Adicione sal e pimenta a gosto (lembrando que o caldo de legumes já contém sal)

6: A partir daí adicione o vinho e deixe evaporar, em seguida adicione o caldo de pouco a pouco mexendo sempre delicadamente e observando o arroz. Isso vai durar uns 15  minutos, quanto mais água você adicionar no arroz mais mole ele vai ficar. Observando sempre quando o arroz estiver com uma textura cremosa  está pronto para a finalização.

7: Desligar o fogo e misturar o parmesão ralado ao arroz.

 

Conheça os ganhadores de medalhas de Grande Ouro e Ouro do concurso Catad´Or Wine Awards 2017

Com 22 anos de trajetória, Catad’Or Wine Awards é o mais importante concurso de vinhos do Chile, e uma das mais conceituados da América Latina.

 

1 Gran Oro AGRICOLA ALCHEMYSTA LTDA Alchemy Carmenere Carmenere 2015 Peumo
2 Gran Oro CASA LAPOSTOLLE Lapostolle Categoria Piscos chilenos 2016 Valle del Elqui
3 Gran Oro CASA SILVA Casa Silva Quinta Generación Red Blend 2013 Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle de Colchagua
4 Gran Oro VIÑA APALTAGUA GRIAL Carmenere 2012 Valle de Colchagua
5 Gran Oro EL PRINCIPAL El Principal Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle del Maipo
6 Gran Oro WAKEFIELD/TAYLORS Wakefield/Taylors Cabernet Sauvignon 2014 AUSTRALIA
7 Gran Oro SAN JOSE DE APALTA San José de Apalta BLUE LABEL Carmenere 2015 Peumo
8 Gran Oro VIÑA LA ROSA Ossa Tintos secos con mezcla de cepas 2009 Valle del Cachapoal
9 Gran Oro VINOS ARANJUEZ – MILCAST CORP. Aranjuez Tannat Origen Tannat 2015 BOLIVIA
10 Gran Oro ALTAMILLO Altamillo Malbec 2012 MENDOZA
11 Gran Oro VALDIVIESO Caballo Loco Grand Cru Apalta 2011 Cabernet Sauvignon 2011 Valle de Colchagua
12 Gran Oro WAKEFIELD/TAYLORS Wakefield/Taylors Cabernet Sauvignon 2013 AUSTRALIA
13 Gran Oro FOLATRE PICHAMAN ASSEMBLAGE Tintos secos con mezcla de cepas 2016 Valle de Curicó
14 Gran Oro EL AROMO Dogma Reserva Especial Otros Tintos 2014 Valle del Maule
15 Gran Oro SOCIEDAD AGROINDUSTRIAL DEL VALLE LTD SINGANI DON LUCHO – CASA REAL Otros Espirituosos 2015 BOLIVIA
16 Gran Oro MIGUEL TORRES Pisco El Gobernador Categoria Piscos chilenos 0 Valle del Limarí
17 Oro CASA SILVA Doña Dominga Gran Reserva de los Andes Carmenere 2015 Carmenere 2015 Valle de Colchagua
18 Oro BODEGAS Y VDOS.CARMINE GRANATA SA Nicolás Granata Malbec 2011 Malbec 2011 MENDOZA
19 Oro CALITERRA Edición Limitada A Malbec 2015 Valle de Colchagua
20 Oro VIK LA PIU BELLE Tintos secos con mezcla de cepas 2011 Valle del Cachapoal
21 Oro ARESTI Código de Familia 380 Tintos secos con mezcla de cepas 2012 Valle de Curicó
22 Oro CHOCALÁN Chocalan Origen Carmenere Gran Reserva Carmenere 2015 Valle del Maipo
23 Oro MIGUEL TORRES Cordillera Carignan Vigno Carignan 2014 Valle del Maule
24 Oro VIK VIK Tintos secos con mezcla de cepas 2012 Valle del Cachapoal
25 Oro SANTA RITA – CARMEN CASA REAL RESERVA ESPECIAL CABERNET SAUVIGNON Cabernet Sauvignon 2012 Valle del Maipo
26 Oro LA RONCIERE Solares Tintos secos con mezcla de cepas 2012 Valle de Colchagua
27 Oro CASAS DEL TOQUI LEYENDA DEL TOQUI Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle del Cachapoal
28 Oro FLAHERTY WINES LTDA Flaherty Tintos secos con mezcla de cepas 2015 Valle del Aconcagua
29 Oro MIGUEL TORRES Cordillera Brut Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2014 Valle de Curicó
30 Oro COOPERATIVA AGRICOLA PISQUERA LTDA Alto del Carmen Envejecido Categoria Piscos chilenos 0 Valle del Limarí
31 Oro SIEGEL KETRAN Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle de Colchagua
32 Oro UNDURRAGA Sibaris Carmenere 2015 Carmenere 2015 Valle de Colchagua
33 Oro SANTA EMA Santa Ema – Amplus One Carmenere Carmenere 2015 Valle del Cachapoal
34 Oro MIGUEL TORRES Cordillera Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2013 Valle del Maipo
35 Oro CASA VALDUGA VINHOS FINOS LTDA Casa Valduga Gran Extra Brut Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2011 RIO GRANDE DO SUL
36 Oro DOÑA PAULA DOÑA PAULA 1100 Tintos secos con mezcla de cepas 2014 MENDOZA
37 Oro MONTES Montes Alpha Carmenere Carmenere 2015 Valle de Colchagua
38 Oro CASA SILVA Casa Silva 5 Cepas 2016 Tintos secos con mezcla de cepas 2016 Valle de Colchagua
39 Oro BODEGA ESTANCIA MENDOZA Condor Andino Reserva Malbec 2015 Malbec 2015 MENDOZA
40 Oro EDUARDO VIDAL WINES Nube Negra Malbec 2014 Malbec 2014 MENDOZA
41 Oro BAUZA Ensamblaje Carmenere 2014 Valle del Maipo
42 Oro BODEGA ESTANCIA MENDOZA Canciller Reserva Malbec 2015 Malbec 2015 MENDOZA
43 Oro CONO SUR Cono Sur Silencio Cabernet Sauvignon 2012 Valle del Maipo
44 Oro REQUINGUA Laku Icono – The Final Blend 2012 Tintos secos con mezcla de cepas 2012 OTRO
45 Oro SANTA RITA – CARMEN MEDALLA REAL GRAN RESERVA CABERNET SAUVIGNON Cabernet Sauvignon 2013 Valle del Maipo
46 Oro CASA SILVA Casa Silva Reserva Cuvee Colchagua Syrah 2016 Syrah 2016 Valle de Colchagua
47 Oro CASAS DEL BOSQUE Carmenere Reserva Carmenere 2015 Valle de Rapel
48 Oro CASA SILVA Doña Dominga Reserva de Familia Syrah 2016 Syrah 2016 Valle de Colchagua
49 Oro INDAP BRUTALL LUCIA TORRES (VINO CAMPESINO) Brut o seco (-15 gr/lt azúcar) 2016 Valle del Itata
50 Oro AGRICOLA SAN FELIX S.A Pisco Mulet Categoria Piscos chilenos 2015 Atacama Valle del Huasco
51 Oro COOPERATIVA AGRICOLA PISQUERA LTDA Alto del Carmen Reservado Categoria Piscos chilenos 0 Valle del Limarí
52 Oro MONTES Montes Alpha Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2014 Valle de Colchagua
53 Oro LAS VELETAS Las Veletas Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle del Maule
54 Oro EL AROMO Dogma Reserva Especial Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle del Maule
55 Oro DOÑA JOSEFA DE ELQUI PISCO ARTESANAL DOÑA JOSEFA DE ELQUI Categoria Piscos chilenos 2016 Valle del Elqui
56 Oro CHATEAU LOS BOLDOS Chateau Los Boldos Vieilles Vignes Cabernet Sauvignon 2015 Valle del Cachapoal
57 Oro BISOGNO WINES LTDA El Perla Pais 2014 Valle del Maule
58 Oro CASAS PATRONALES Tonaroma Reserva de Familia Cabernet Sauvignon Cabernet Sauvignon 2012 Valle del Maule
59 Oro CASAS PATRONALES Wise Monkey Reserva de Familia Cabernet Sauvignon 2012 Valle del Maule
60 Oro SIEGEL SIEGEL UNIQUE SELECTION Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle de Colchagua
61 Oro INVINA Tricky Rabbit Tintos secos con mezcla de cepas 2016 Valle del Maule
62 Oro INDAP DON CLAUDIO ESPUMANTE BRUT (VINO CAMPESINO) Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2016 Valle del Itata
63 Oro TRES PALACIOS Tres Palacios Reserva Sauvignon Blanc Sauvignon Blanc 2017 Valle del Maipo
64 Oro TIERRA DE POETAS Tierra de Poetas Carmenere 2015 Valle de Colchagua
65 Oro SANTA RITA – CARMEN CARMEN GOLD RESERVE CABERNET SAUVIGNON Cabernet Sauvignon 2010 Valle del Maipo
66 Oro COOPLONCOMILLA kimche Carignan Reserva Carignan 2016 Valle del Maule
67 Oro CIA BRASILERA DE DISTRIBUCAO CDS ESPUM NAC MOSCATEL 750ML Doux espumante 2007 RIO GRANDE DO SUL
68 Oro INDAP MORA REYES SECANO S. V.CINSAULT ROSE (VINO CAMPESINO) Vinos Rosados tranquilos 2016 Valle del Itata
69 Oro CASA VALDUGA VINHOS FINOS LTDA Casa Valduga 130 Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 0 RIO GRANDE DO SUL
70 Oro CASAS DEL TOQUI COURT ROLLAN BLANC DE BLANCS EXTRA BRUT Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2015 Valle del Cachapoal
71 Oro VIÑA APALTAGUA COLECCION Carignan 2015 Valle del Maule
72 Oro MILLAMAN Paya Malbec Malbec 2015 Valle de Curicó
73 Oro BISOGNO WINES LTDA Bisogno Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle del Maule
74 Oro UNIVERSIDAD DE SANTIAGO DE CHILE ERNESTO PERFECTO Pais 2015 Atacama Valle del Huasco
75 Oro GARIBALDI WINES LTDA. Maurizio Garibaldi – Lemu Malbec 2014 Valle del Maipo
76 Oro VINÍCOLA GAZZARO LTDA VINHO MOSCATEL ESPUMANTE-GAZZARO Demi sec o Semi Seco (-40 gr/lt) 0 RIO GRANDE DO SUL
77 Oro BAUZA Presumido Carmenere 2015 Valle del Maipo
78 Oro ERRAZURIZ MAX RESERVA CABERNET SAUVIGNON 2015 Cabernet Sauvignon 2015 Valle del Aconcagua
79 Oro COOPERATIVA AGRICOLA PISQUERA LTDA Capel Transparente Categoria Piscos chilenos 0 Valle del Limarí
80 Oro LUIS FELIPE EDWARDS Doña Bernarda Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle de Colchagua
81 Oro BODEGA ESTANCIA MENDOZA Canciller Reserva Cabernet Sauvignon 2015 Cabernet Sauvignon 2015 MENDOZA
82 Oro PERALILLO WINES HSUR 8515 Reserve Tintos secos con mezcla de cepas 2015 Valle de Colchagua
83 Oro DALBOSCO DALBOSCO RESERVA ENSAMBLAJE 2016 Tintos secos con mezcla de cepas 2016 Valle del Limarí
84 Oro VALLE SECRETO SA Private Cabernet Franc Cabernet Franc 2013 Valle del Cachapoal
85 Oro INDÓMITA Espumante Indómita Brut Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 0 Valle de Casablanca
86 Oro SANTA EMA Santa Ema – EMA Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2013 Valle de Leyda
87 Oro ANTAWARA Antawara Reserva Merlot 2014 Valle del Maule
88 Oro VERAMONTE Veramonte Pinot Noir 2015 Valle Central
89 Oro VINÍCOLA GAZZARO LTDA VINHO BRANCO ESP. NATURAL BRUT- TRADICIONAL- GAZZARO Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 0 RIO GRANDE DO SUL
90 Oro SUTIL La PLaya Estate Series Viognier Viognier 2016 Valle de Colchagua
91 Oro ERRAZURIZ DON MAXIMIANO FOUNDER’S RESERVE Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle del Aconcagua
92 Oro VALLE FRIO VF Red Blend Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle del Maule
93 Oro COOPLONCOMILLA Kimche Syrah Reserva Syrah 2016 Valle del Maule
94 Oro KORTA Korta Barrel Selection Cabernet Sauvignon Tintos secos de una cepa 2015 Valle del Maule
95 Oro ESTAMPA ESTAMPA FINA RESERVA CABERNET SAUVIGNON Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle de Colchagua
96 Oro CASAS PATRONALES Casas Patronales Maucho Malbec 2013 Valle del Maule
97 Oro CONO SUR CONO SUR 20 BARRELS Chardonnay 2016 Valle de Casablanca
98 Oro BODEGAS VOLCANES DE CHILE TECTONIA Tintos secos con mezcla de cepas 2013 Valle Central
99 Oro UNDURRAGA Undurraga Rosé Royal Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 0 Valle de Leyda
100 Oro FOLATRE Folatre Brut Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2015 Valle de Curicó
101 Oro INDAP MAGENTA VINO TINTO CINSAULT 2016 (VINO CAMPESINO) Cinsault 2016 Valle del Itata
102 Oro RPB SA Ricordi Malbec Malbec 2014 MENDOZA
103 Oro ERRAZURIZ MAX RESERVA PINOT NOIR 2015 Pinot Noir 2015 Valle del Aconcagua
104 Oro CASAS DEL BOSQUE Syrah Pequeñas Producciones Syrah 2015 Valle de Casablanca
105 Oro COOPERATIVA VINÍCOLA GARIBALDI LTDA Espumante Garibaldi Moscatel Doux espumante 0 RIO GRANDE DO SUL
106 Oro ESTAMPA ESTAMPA RESERVA CABERNET SAUVIGNON Tintos secos con mezcla de cepas 2015 Valle de Colchagua
107 Oro VIÑA LA ROSA La Rosa Carmenere Carmenere 2013 Peumo
108 Oro EL RADAL LTDA Domain Dussaillant Lehmann Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2014 Valle del Maule
109 Oro VULTURWINES VULTUR GRYPHUS Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle de Colchagua
110 Oro COOPERATIVA AGRICOLA PISQUERA LTDA Monte Fraile Categoria Piscos chilenos 0 Valle del Limarí
111 Oro BAUZA Pisco Reservado 40° Categoria Piscos chilenos 0 Valle del Limarí
112 Oro BLU WINES BLU Carignan 2013 Valle del Maule
113 Oro MASSENEZ Flaviata Assemblage Tintos secos con mezcla de cepas 2016 Valle del Cachapoal
114 Oro PERALILLO WINES HSUR 6040 Tintos secos con mezcla de cepas 2015 Valle de Colchagua
115 Oro VIÑEDOS Y BODEGAS CAMPOS DE SOLANA ESTHER ORTIZ GRAN RVA. DE FAMILIA – CAMPOS DE SOLANA Petit Verdot 2015 BOLIVIA
116 Oro ESTAMPA ESTAMPA GOLD Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle de Colchagua
117 Oro CASAS DEL BOSQUE BO Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2014 Valle de Casablanca
118 Oro INDAP NÜYÜN CINSAULT (VINO CAMPESINO) Cinsault 2016 Valle del Itata
119 Oro VALDIVIESO Valdivieso ECLAT VIGNO 2011 Carignan 2011 Valle del Maule
120 Oro CASA SILVA Casa Silva Reserva Cuvee Colchagua Cab.Sauvignon 2016 Cabernet Sauvignon 2016 Valle de Colchagua
121 Oro ANTAWARA Antawara La Estrella Cabernet Sauvignon 2011 Valle del Maipo
122 Oro PORTAL DEL ALTO Special Selection Alejandro Hernandez Cabernet Sauvignon 2014 Valle del Maipo
123 Oro VIN. REGIONAL DE ENSENADA SA DE CV Inspiracion Coco Nebbiolo Nebiollo 2014 MEXICO
124 Oro ALTO QUILIPIN Alto Quilipin Malbec Reserve Malbec 2014 Valle del Maule
125 Oro CIA BRASILERA DE DISTRIBUCAO CDS VH CHI TTO MERLOT 750ML – 2016 Merlot 2016 Valle Central
126 Oro CASA SILVA Casa Silva Quinta Generación White Blend 2015 Blancos secos con mezcla de cepas 2015 Valle de Colchagua
127 Oro MASSENEZ Donum Red Assemblage Tintos secos con mezcla de cepas 2014 Valle del Cachapoal
128 Oro LAS NIÑAS (DEL NUEVO MUNDO) Las Niñas Gran Reserva Cabernet Sauvignon – Merlot 2015 Tintos secos con mezcla de cepas 2015 Apalta
129 Oro MORETTA WINES Carigno del Maule Carignan 2015 Valle del Maule
130 Oro CIA BRASILERA DE DISTRIBUCAO CDS VH CHI TTO MALB RSV 750ML – 2016 Malbec 2016 Valle Central
131 Oro CASA SILVA Doña Dominga Syrah 2016 Syrah 2016 Valle de Colchagua
132 Oro VINICOLA GEISSE LTDA. Victoria Geisse Extra Brut Vintage Reserva Brut o seco (hasta 15 gr/lt azúcar) 2015 RIO GRANDE DO SUL
133 Oro BODEGA ESTANCIA MENDOZA Estancia Mendoza Malbec Roble 2014 Malbec 2014 MENDOZA

 

Conheça os ganhadores de medalhas de Grande Ouro e Ouro do concurso Catad´Or Wine Awards 2017

Conheça os ganhadores de medalhas de Grande Ouro e Ouro do concurso Catad´Or Wine Awards 2017

Vinho Tilenus Crianza, 2005

País Espanha
Propriedade da Vinícola 40 Hectares
Volume 750ml
Tipo Tinto
Safra 2005
Uva 100% Mencia.
Teor Alcoólico 14,5%
Amadurecimento 14 messes em barricas.

 

Vinho Tilenus Crianza, 2005

Vinho Tilenus Crianza, 2005

 

Visual Rubi evoluído.
Olfativo Dos vinhos desta bodega, este é o que mostra maior dimensão, com muita personalidade e aromas incrivelmente intensos e bastante maduros, mas ainda na fase primária, no sentido de que, apesar de seus quase oito anos, são os aromas que provém da uva os que estão dominando o conjunto. Muita fruta confeitada, compota de cerejas, marroquino, framboesas, tudo acompanhado por notas tostadas, tipo cacau, baunilha e canela, mais notas minerais e florais que dão uma sensação de frescor, de complexidade e equilíbrio.
Gustativo Entra na boca com uma expressão claramente madura, tem abundância de fruta em compota. Ao paladar se acrescentam sabores à confeitura e chocolate, o que indica uma ótima madurez da fruta, o que fica também em evidência ao observar a matéria tânica que é perfeita, que outorga muita força e suculência a um vinho que enche a boca de sabores e que é tremendamente sedutor.
Dica de Harmonização Pato assado com molho de frutas do bosque e alcaçuz.
Lombo assado ao molho de vinho tinto.
Pernil de cordeiro assado ao molho de sândalo.
Porco assado com molho picante de tomate.
Vitela assado com molho de Jabuticaba.
Filé à Mencia: filé alto flambado com vinho de uva Méncia, acompanhado de panaché de legumes e arroz
Marreco assado com ameixas servido com repolho roxo e purê de batata.
Temperatura de Serviço 15º
Potencial de Guarda 12 anos
Nome da Vinícola Tilenus
Ano de Fundação da Vinícola 1999
Enólogo Responsável Raul Pérez/Carlos García
Pontuação Winechef

Vinho Tilenus Crianza, 2005 - 93 pontos Winechef

Vinho Tilenus Crianza, 2005 – 93 pontos Winechef