Receita fácil: Steak Tartar de File Mignon

Aprenda de maneira fácil com esta receita de Winechef a preparar um delicioso Steak Tartar de File Mignon

 

Rendimento: 4 porções.

Ingredientes:

320g de file mignon (extra limpo)

1 gema de ovo

2 colheres (chá) de alcaparra picada e 20 inteiras

2 colheres (chá) de cebola roxa bem picada

2 colheres (chá) de pepino em conserva bem picado

2 colheres (chá) de molho inglês

2 colheres (chá) de mostarda Dijon

1 colher (sopa) rasa de maionese

1 colher (chá) de salsinha picada

2 colher (chá) de conhaque

1 colher (sopa) de ketchup

Algumas gotas de tabasco

Sal e pimenta

 

Steak Tartar de File Mignon

Steak Tartar de File Mignon

 

Modo de preparo:

Pique bem a carne na faca ou peça para o seu açougueiro moer uma só vez.

Depois de tudo bem picado, misture todos os ingredientes, inclusive a gema crua, e tempere com sal e pimenta.

Monte em um aro vazado para dar o formato individual, coloque 5 alcaparras inteiras acima do tartar e sirva com salada de folhas verdes e torradas.

 

Aprenda a falar de Vinhos corretamente

 

Para falar de Vinhos corretamente, temos necessariamente que conhecer os significados das palavras usadas. 

 

 Aberto:

Diz-se do vinho com pouca densidade de cor ou que, com os anos, perdeu a intensidade da cor.

Acácia, flor de:

Aroma floral que se encontra em alguns brancos muito delicados (Riesling, Sauternes, Gewürztraminer, etc.)

Açafrão:

Aroma a especiarias, que recorda o açafrão.

Acariciante:

Diz-se de um vinho redondo, fino, aveludado.

Acastanhado:

Termo utilizado para definir a cor de vinhos velhos e oxidados.

Acerbo:

Vinho que contém uma quantidade excessiva de ácido málico e tartárico, procedente de uvas pouco maduras.

Acescência:

Doença provocada por microrganismos que causam o pico do vinho. O excesso de oxidação pode originar este envinagramento ou “pico acético”. Na superfície do vinho afetado aparece uma película cinzenta.

Acetaldeído ou aldeído acético:

Aldeído etílico ou aldeído acético, substância constitutiva essencial do aroma de certos vinhos. Distingue os vinhos generosos que recebem o estágio oxidativo, como os portos tawny e os xerezes, caracterizando-se por um odor que recorda os frutos secos (nozes) ou determinadas frutas (maçã, marmelo).

Acetato de etilo:

Ester obtido mediante a combinação do ácido acético e do etanol, que favorece a firmeza de alguns vinhos tintos, mas cujo excesso produz um odor etéreo desagradável (agente da acescência).

Aprenda a falar de Vinhos corretamente

Aprenda a falar de Vinhos corretamente

 

Veja Também:

 

Você quer emagrecer? uma taça de vinho antes de dormir e a solução

 

O jantar terminou e é hora de ir dormir, mas você tem ainda uma sensação de fome? Parece que alguns encontraram a solução: um copinho de vinho! Esta notícia incomum vem do Daily Mail, que menciona uma certa Linda Monk, de 47 anos, que perdeu 3 quilos em 3 semanas graças a um copinho de vinho tomado no lugar de um lanche antes de dormir.

Parece um paradoxo, mas no seu caso um copo de vinho no fim da noite tirou qualquer outra  vontade de lambiscar (caramelos, biscoitos, chocolate…) como era seu hábito.

Segundo testemunho, é o da Samantha Merrit, de 40 anos, que explica que “as calorias não parecem ter um impacto na balança. Eu posso renunciar a uma sobremesa sem problemas e desfrutar 1 a 2 copos de vinho 4 noites por semana”. O vinho tem outra vantagem: ajuda a adormecer e reduz o stress.

Você quer emagrecer uma taça de vinho antes de dormir e a solução

Você quer emagrecer uma taça de vinho antes de dormir e a solução

Trata-se de conselhos que não são uma novidade e foram tirados em 2010 de Tim Ferriss no livro The 4-hour Body (“4 Horas Por Semana , o Corpo” – em Portugal e ainda sem título no Brasil). Ferriss aconselha um copo de vinho para eliminar os desejos de lambiscar à noite, e portanto evitar abandonar a dieta e frustar a renúncia à qual é submetido para emagrecer.

Antes disto, um estudo conduzido pela Universidade de Harvard com um grupo de 20.000 mulheres: foi observado que aquelas que bebiam meia garrafa de vinho por dia tinham menor risco de desenvolver a obesidade com relação às outras.

Um copinho de vinho antes de dormir faz emagrecer mais rápido

Um copinho de vinho antes de dormir faz emagrecer mais rápido

 

Veja também:

Mulheres que bebem vinho tem uma vida sexual mais ativa

Mulheres que bebem vinho tem uma vida sexual mais ativa

Mulheres que bebem vinho tem uma vida sexual mais ativa

Chilean Premium Wine no Pier Aleixo, em Vitória


13 de setembro (quinta-feira) degustação de grandes Premium chilenos

 

Master Class guiada por Alex Ordenes, único Sommelier Conseil da América Latina

 

Data: 13/09/18 (quinta-feira)

Lugar: Restaurante Pier Aleixo

Endereço: Rua Aleixo Netto, 1702, loja 02 e 03, Praia do Canto

Horário: 20:00 horas (em ponto)

Inclui: Degustação de 9 dos melhores vinhos Premium Chilenos + Prato Principal

Confirmar no telefone/WhatsApp: 31/ 9 8977 8990 ou e-mail:  alex@winechef.com.br

 

Chilean Premium Wine no Pier Aleixo, em Vitória

Chilean Premium Wine no Pier Aleixo, em Vitória

Vinhos a degustar:

 

 

Santa Ema Amplus Chardonnay, 2017 (92 pontos James Suckling)

Preço Referência: R$ 160,00

 

 Ventolera Pinot Noir/Syrah, 2015 (94 pontos Descorchados)

Preço Referência: R$ 220,00

 

Apaltagua Ícone Grial, Carménère, 2012 (93 pontos Descorchados)

 Preço Referência:  R$ 290,00

 

Von Siebenthal Carabantets Syrah, 2014

Preço Referência: R$ 240,00

 

Laura Hartwig Petit Verdot, Selección del Viticultor, 2015 (93 pontos Descorchados)

Preço Referência: R$ 240,00

 

PS Garcia Vigno Carignan, 2014 (94 pontos Robert Parker)

Preço Referência: R$ 320,00

 

Chocalan Ícone Alexia, 2011 (94 pontos La Cav)

 Preço Referência:  R$ 440,00

 

Loma Larga Ícone Saga, 2011 (94 pontos Descorchados)

Preço Referência:  R$ 500,00

 

Gandolini Las 3 Marias, 2012 (95 pontos Descorchados, 93 pontos Robert Parker)

Preço Referência: R$ 590,00

 

Cientistas buscam prova química da existência do terroir

 

Alemães e franceses se uniram durante três anos em uma análise de uvas produzidas em vilas da Borgonha e dizem ter encontrado diferenças significativas entre uvas de lugares próximos

Pesquisadores franceses e alemães, de centros como o Instituto da Vinha e do Vinho e o Helmholtz Zentrum Muenchen, analisaram uvas e vinhos produzidos em duas vilas de Borgonha durante três anos para averiguar se há provas científicas da existência do que os vitivinicultores chamam de terroir.

Eles escolheram uvas e vinhos de Pinot Noir de duas vilas na Côte de Nuits: Flagey-Echézeaux e Vosne-Romanée, que ficam a menos de dois quilômetros de distância entre si.

Utilizando a tecnologia de espectrometria de massa de alta resolução, a equipe descobriu que as uvas e vinhos de ambas as vilas dispunham de uma “assinatura química distinta de condições ambientais… Tudo contribuindo para a identificação do chamado terroir”. No caso, por exemplo, havia diferenças claras na concentração fenólica, de ácidos e de açúcares entre as amostras das duas aldeias.

Flagey-Echézeaux-e-Vosne-Romanée

Flagey-Echézeaux-e-Vosne-Romanée

Diferente dos estudos anteriores que buscavam provar a existência do terroir, mas considerando uvas e vinhos de lugares muito distantes, este quer provar que é possível haver diferença de terroir em distâncias cada vez menores.

Durante os três anos de análise, então, eles puderam constatar que as variações nas safras realmente desempenham um papel importante na composição dos vinhos. As análises revelaram que mesmo se as safras têm o impacto mais significativo, as principais diferenças de terroirs são vistas em uvas da mesma safra.