Posts

Top 100 Wine Spectator 2015: conheça do 10º até o 2º colocado entre os melhores vinhos do ano

Como cada ano a revista de vinhos Wine Spectator está divulgando a lista dos melhores 100 vinhos do ano 2015. Ate agora foram divulgados desde o decimo áte o segundo lugar.

Fique atento para conhece o melhor vinho do ano 2015, que sera divulgado entre amanhã dia 13 de novembro.

Veja a lista:

10° Lugar – Klein Constantia Vin de Constance 2009 – 95 pontos
10° Lugar – Klein Constantia Vin de Constance 2009 – 95 pontos

10° Lugar – Klein Constantia Vin de Constance 2009 – 95 pontos

9° Lugar – Clos Fourtet 1º Gran Cru Classé de St-Emilion 2012 – 94 pontos
9° Lugar – Clos Fourtet 1º Gran Cru Classé de St-Emilion 2012 – 94 pontos

9° Lugar – Clos Fourtet 1º Gran Cru Classé de St-Emilion 2012 – 94 pontos

8° Lugar – Masi Vaio Amaron Amarone dela Valpolicella Classico 2008 – 95 pontos
8° Lugar – Masi Vaio Amaron Amarone dela Valpolicella Classico 2008 – 95 pontos

8° Lugar – Masi Vaio Amaron Amarone dela Valpolicella Classico 2008 – 95 pontos

7° Lugar – Escarpment Kupe Single Vineyard Pinot Noir Martinborough 2013 – 95 pontos
7° Lugar – Escarpment Kupe Single Vineyard Pinot Noir Martinborough 2013 – 95 pontos

7° Lugar – Escarpment Kupe Single Vineyard Pinot Noir Martinborough 2013 – 95 pontos

6° Lugar – Aalto Tempranillo 2012 – 94 pontos
6° Lugar - Aalto Tempranillo 2012 – 94 pontos

6° Lugar – Aalto Tempranillo 2012 – 94 pontos

5° Lugar – Mount Eden Vineyards Chardonnay 2012 – 95 pontos
5° Lugar - Mount Eden Vineyards Chardonnay 2012 – 95 pontos

5° Lugar – Mount Eden Vineyards Chardonnay 2012 – 95 pontos

4° Lugar – il Poggione Brunello de Montalcino 2010 – 95 pontos
4° Lugar – il Poggione Brunello de Montalcino 2010 – 95 pontos

4° Lugar – il Poggione Brunello de Montalcino 2010 – 95 pontos

3° Lugar – Evening Land Pinot Noir Eola-Amity Hills Seven Springs Vineyard La Source 2012 – 90 pontos
3° Lugar – Evening Land Pinot Noir Eola-Amity Hills Seven Springs Vineyard La Source 2012 – 90 pontos

3° Lugar – Evening Land Pinot Noir Eola-Amity Hills Seven Springs Vineyard La Source 2012 – 90 pontos

2° Lugar – Quilceda Creek Cabernet Sauvignon 2012 – 96 pontos
2° Lugar – Quilceda Creek Cabernet Sauvignon 2012 – 96 pontos

2° Lugar – Quilceda Creek Cabernet Sauvignon 2012 – 96 pontos

50 melhores Carménère´s chilenos da história por Robert Parker

 

Ranking dos 50 melhores Carménère´s do Chile segundo Robert Parker

Desde que a Carménère foi redescoberta no Chile já passaram mais de 20 anos. O que parecia ser mais uma variedade de uva se transformou nesse período na uva emblemática desse país, a tal ponto, que até hoje para o maior e mais conceituado crítico de vinhos do mundo (Robert Parker), as máximas pontuações para vinhos chilenos são para vinhos elaborados a base dessa uva.

Na lista abaixo estão só os vinhos que no próprio site de Robert Parker (http://www.erobertparker.com/members/home.aspx ) estão catalogados como Carménère´s, mas vale destacar que além dos dois vinhos que compartem o primeiro lugar no topo da lista com nada menos que 97 pontos, tem outro chileno, o Von Siebenthal Tatay 2007 que também é elaborado a base de Carménère e que obteve a mesma pontuação, só que no site de Robert Parker esta catalogado como um blend, de fato, os Terrunyo´s da Concha y Toro também são blend´s. A diferencia é que o Tatay é um blend de três uvas, e os Concha y Toro Terrunyos só de duas, então imagino que no site de Robert Parker podem ter usado a quantidade de uvas que formam o blend para dividir as categorias.

Enfim, veja a lista, anote e se achar um desses vinhos por ai, provavelmente compartilhará a opinião (e tal vez até a pontuação), entregada por RP.

Robert Parker e os 50 melhores Carménère´s chilenos da história

Robert Parker e os 50 melhores Carménère´s chilenos da história

Robert Parker e os 50 melhores Carménère´s chilenos da história

SAFRA                                       VINHO                                                      PONTUAÇÃO

2003
Concha y Toro Carmin de Peumo Carmenere Peumo Vineyard
97
2005
Concha y Toro Carmin de Peumo Carmenere Peumo Vineyard
97
2007
Concha y Toro Carmin de Peumo Carmenere Peumo Vineyard
96
2008
Concha y Toro Carmin de Peumo Carmenere Peumo Vineyard
95
2004
Terrunyo Carmenere Peumo Vineyard
95
2006
Terrunyo Carmenere Peumo Vineyard
94
2008
Antiyal Carmenere Alto del Maipo Valley
93
2005
Casa Silva Carmenere Micro Terroir
93
2008
Casa Silva Carmenere Micro Terroir
93
2007
Terrunyo Carmenere Peumo Vineyard
93
2008
Terrunyo Carmenere Peumo Vineyard
93
2005
Terrunyo Carmenere Peumo Vineyard
93
2005
Arboleda Carmenere
92
2005
J & F Lurton Alka
92
2005
Santa Rita Carmenere Pehuen
92
2008
Terra Noble Carmenere Ca2 Costa
92
2011
Terrunyo Carmenere Peumo Vineyard
92
2007
Viu Manent Carmenere El Incidente
92+
2011
Antiyal Carmenere Vinedo Escorial
91
2005
Casa Silva Carmenere Los Lingues Estate
91
2009
Concha y Toro Carmenere Marques de Casa Concha
91
2007
Concha y Toro Carmenere Marques de Casa Concha
91
2009
De Martino Carmenere Alto de Piedra
91
2011
De Martino Carmenere Alto de Piedra
91
2007
De Martino Carmenere Alto de Piedra
91
2006
Errazuriz Carmenere Don Maximiliano Estate
91
2007
J & F Lurton Alka
91
2007
La Playa Axel Carmenere
91
2008
Montes Alpha Carmenere
91
2007
Montes Alpha Carmenere
91
2009
Montes Alpha Carmenere
91
2008
Santa Rita Carmenere Pehuen
91
2008
Terra Noble Carmenere Ca1 Andes
91
2009
Terra Noble Carmenere Ca2 Costa
91
2007
Undurraga Carmenere Founder’s Collection
91
2007
Vina Morande Carmenere Edicion Limitada
91
2008
Vina Ventisquero Queulat Gran Reserva
91
2010
Antiyal Carmenere Viñedo Escorial
90
2003
Apaltagua Grial Carmenere
90
2012
Apaltagua Carmenere Envero
90
2007
Caliterra Carmenere Tributo
90
2009
Caliterra Tributo Carmenere Single Vineyard
90
2009
Casa Silva Carmenere Reserva
90
2013
Casa Silva The Carmenere Project
90
2005
Casa Silva Carmenere Reserva
90
2011
Casa Tamaya T Carmenere
90
2009
Casa Tamaya Carmenere
90
2009
Casas del Bosque Carmenere Reserva
90
2007
Chono Carmenere Reserva
90
2009
Clos Ouvert Carmenere
90

Robert Parker e as pontuações de todas as safras do vinho chileno Concha y Toro Don Melchor

 

Don Melchor da vinícola Concha y Toro tem uma historia muito fascinante. É uns dos primeiros vinhos chileno PREMIUM, que teve sua primeira produçãoo na safra de 1987.

Os vinhedoss que dãoo vida a este tinto provem de Puente Alto, aos pés da Cordilheira dos Andes e possuem  127 hectares, sendo 90% Cabernet Sauvignon, 7,1 % Cabernet Franc, 1,9 % Merlot e 1% Petit Verdot.

Veja agora aspontuaçõess para todas as safras do vinho chileno Concha y Toro Don Melchor, segundo o critico Robert Parker:

 

Safra Nome do Vinho Pontuação
2010 Concha y Toro Don Melchor 93
2009 Concha y Toro Don Melchor 91
2008 Concha y Toro Don Melchor 92
2007 Concha y Toro Don Melchor 90
2006 Concha y Toro Don Melchor 95
2005 Concha y Toro Don Melchor 94
2004 Concha y Toro Don Melchor 94+
2003 Concha y Toro Don Melchor 93
2002 Concha y Toro Don Melchor 90
2001 Concha y Toro Don Melchor 93
2000 Concha y Toro Don Melchor (89-91)
1999 Concha y Toro Don Melchor 93
1998 Concha y Toro Don Melchor 88
1997 Concha y Toro Don Melchor 94
1996 Concha y Toro Don Melchor 89
1995 Concha y Toro Don Melchor 92
1994 Concha y Toro Don Melchor 89
1993 Concha y Toro Don Melchor 89
1992 Concha y Toro Don Melchor 72
1991 Concha y Toro Don Melchor 91
1990 Concha y Toro Don Melchor 82
1989 Concha y Toro Don Melchor 75
1988 Concha y Toro Don Melchor 89
1987 Concha y Toro Don Melchor 87
Robert Parker e as pontuações de todas as safras do vinho chileno Concha y Toro Don Melchor

Robert Parker e as pontuações de todas as safras do vinho chileno Concha y Toro Don Melchor

Revelada a mais recente lista! Conheça os vinhos argentinos com as melhores pontuações para Robert Parker

 

Foi revelado o ranking de vinhos argentinos elaborado por Luis Gutiérrez para Robert Parker.com

Recentemete foi conhecido o ranking dos vinhos argentinos publicado por Luiz Gutiérrez, responsável das degustações dos vinhos argentinos e chilenos.

Gutiérrez escreveu uma materia que ele mesmo describio como a mais extensa que ele já escreveu sobre sua longa viagem pelas regiões vitivinícolas argentinas.

Nos primeiros puestos se destacam las bodegas Catena Zapata, Noemia, Achaval Ferrer, Zuccardi y Per Se, assim como também os vinhos de Alejandro Vigil, enólogo chefe de Catena Zapata, pero também de sus projetos pessoais Aleanna y ChachingoLegend.

Nas primeiras posições destaque especial para os vinhos de Catena Zapata, Achaval Ferrer, Zuccardi y Per Se, assim como também para os vinhos de Alejandro Vigil, enólogo chefe de Catena Zapata que possui projetos pessoais como Aleanna e Chachingo Legend.

98 pt. Catena Zapata Adrianna Vineyard Malbec 2011, Bodega Catena Zapata

98 pt. Catena Zapata Adrianna Vineyard Malbec 2011, Bodega Catena Zapata

 

Veja a lista abaixo com as melhores pontuações de vinhos argentinos elaborado por Luis Gutiérrez para Robert Parker.com:

 

– 98 pt. Gran Enemigo Single Vineyard Gualtallary Cabernet Franc 2011, Bodega Aleanna.

– 98 pt. Catena Zapata Adrianna Vineyard Malbec 2011, Bodega Catena Zapata

– 97 pt. White Bones Chardonnay 2011, Bodega Catena Zapata

– 97 pt. Noemía 2013, Bodega Nomía de Patagonia

– 97 pt. Per Se La Craie 2013, Per Se Vines

– 97 pt. Achaval Ferrer Malbec Finca Altamira 2013, Achaval-Ferrer

– 97 pt. Finca Piedra Infinita 2013, Zuccardi Wines

– 96 pt. Finca Canal Uco 2013, Zuccardi Wine

– 96 pt. Achaval Ferrer Malbec Finca el Mirador 2013, Achaval-Ferrer

– 96 pt. Per Se Jubileus 2013, Per Se Vines

– 96 pt. Colomé Altura Máxima Malbec 2012, Bodega Colomé

– 96 pt. Treinta y Dos 2013, Bodega Chacra

– 96 pt. Vivo o Muerto Gualtallary 2013, Vivo o Muerto

– 96 pt. Los Valientes 2013, Chachingo Legend

– 96 pr. White Stones Chardonnay 2011, Bodega Catena Zapata

Alejandro Vigil, enólogo chefe de Catena Zapata e Autor do El Gran Enemigo

Alejandro Vigil, enólogo chefe de Catena Zapata e Autor do El Gran Enemigo

 

Robert Parker. Os 50 melhores Torrontés na historia de Argentina

 

Conheça as pontuações de Robert Parker para a uva branca emblemática de Argentina

Cada vez que falamos da uva Malbec, de maneira inconsciente aparece na nossa cabeça a Argentina. E como não, se esse país tem feito da Malbec uma verdadeira bandeira de batalha com a qual tem obtido grandes resultados no mundo todo, e particularmente no Brasil, justamente Argentina o país que os consumidores brasileiros dão preferência, perdendo só dos vinhos chilenos.

A uva Torrontés segundo Robert Parker

A Torrontés é uma variedade de uva branca de origem espanhola, da região Galiza, muito semelhante à Moscatel da qual possui parentesco.

A uva é cultivada também na Argentina, Portugal e Bulgaria e vários outros países que a cada dia vai ganhando maior popularidade a nível mundial.

Quando se trata de vinhos brancos argentinos é a Torrontés a que tem o total protagonismo. Seus vinhos são extraordinariamente exuberantes, de uma grande riqueza aromática o que faz que eles sejam inconfundíveis frente a outras variedades de uvas brancas.

Na Argentina existem diversos tipos de Torrontés. A Torrontés Riojano é de total qualidade, enquanto a Torrontés Sanjuanino e Torrontés Mendocino são inferiores.

Robert Parker. Os 50 melhores Torrontés na historia de Argentina

Robert Parker. Os 50 melhores Torrontés na historia de Argentina

Veja o ranking com as 50 mais altas pontuações de Robert Parker para os Torrontes na historia.

 

SAFRA  NOME DO VINHO  PONTOS
2013 Susana Balbo Susana Balbo Signature Torrontes Barrel Fermented 93
2010 Bodegas El Porvenir de Los Andes Torrontes Laborum 92
2009 Bodegas Etchart Torrontes Gran Linaje 92
2012 Domingo Molina Hermanos Torrontes 92
2012 Finca Las Nubes Torrontes 92
2009 Alta Vista Premium Torrontes 91
2013 Alta Vista Premium Torrontes 91
2011 Bodegas y Vinedos O Fournier Urban Uco Torrontes 91
2011 Coquena Torrontes 91
2010 Crios de Susana Balbo Torrontes 91
2009 Manos Negras Torrontes 91
2011 Susana Balbo Late Harvest Torrontes 91
2010 Susana Balbo Torrontes Late Harvest 91
2009 Accuro Torrontes 90
2011 Alta Vista Premium Torrontes 90
2006 Alta Vista Premium Torrontes 90
2006 Bodega Cicchitti Torrontes 90
2006 Bodega Colome Torrontes 90
2010 Bodega Monteviejo Festivo Torrontes 90
2011 Bodegas Callia Torrontes Reservado 90
2006 Bodegas El Porvenir de Los Andes Torrontes Laborum 90
2008 Bodegas Etchart Torrontes Gran Linaje 90
2010 Camino del Inca Torrontes 90
2010 Carinae Torrontes 90
2011 Crios de Susana Balbo Torrontes 90
2008 Crios de Susana Balbo Torrontes 90
2007 Crios de Susana Balbo Torrontes 90
2009 Crios de Susana Balbo Torrontes 90
2009 Familia Zuccardi Torrontes Serie A 90
2011 Familia Zuccardi Torrontes Serie A 90
2013 Familia Zuccardi Torrontes Serie A 90
2009 Felix Lavaque Don Rodolfo Torrontes 90
2010 Felix Lavaque Felix Torrontes 90
2010 Filus Torrontes 90
2011 Finca Domingo Torrontes 90
2007 Michel Torino Torrontes Don David 90
2012 Passionate Wines La Via Revolucionaria Torrontes Brutal 90
2009 Piattelli Vineyards Premium Torrontes 90
2009 Susana Balbo Torrontes Late Harvest 90
2010 Terrazas de Las Andes Reserva Torrontes 90
2011 Tilia Torrontes 90
2006 Tittarelli Reserva 90
2008 Tukma Torrontes Reserva 90
2011 Vines Of Mendoza Recuerdo Torrontes 90
2013 Bodega Colome Torrontes 89
2009 Bodega Colome Torrontes 89
2008 Bodega Colome Torrontes 89
2009 Bodega Monteviejo Festivo Torrontes 89
2008 Bodega Tapiz Zolo Torrontes 89
2007 Bodegas Etchart Torrontes Late Harvest 89

Você sabe o que são aromas herbáceos?

Os vinhos devem ter bons aromas, e atualmente são poucos os apreciadores que preferem vinhos neutros e/ou pobres – aromaticamente falando. Quando os aromas são intensos e abundantes são considerados de qualidade, mas existe um detalhe muito importante e que se refere que seus aromas têm que ser agradáveis.

Todos os aromas de frutas e flores, que fazem parte da família dos aromas primários (os que provêm da própria uva) são sempre agradáveis. Mas tem uma família dentro desta categoria de aromas primários onde precisamos prestar muita atenção, já que não são sempre aromas que nos interessam que estejam nos vinhos. Sá os aromas herbáceos.

 Vinhos brancos

Quando estamos frente a vinhos brancos, principalmente aqueles que não têm guarda em madeira (como o Sauvignon Blanc, por exemplo) os aromas herbáceos fazem parte da tipicidade da uva, e se eles estão acompanhados de outro tipo de família aromática, como as frutas, as flores, os cítricos, etc., é algo que aporta, que ajuda ao vinho ter uma diversidade e complexidade melhor. Há muitos Sauvignon’s Blanc de qualidade com aromas herbáceos de grama cortada ou outros aromas similares, mas são de qualidade.

 Vinhos Tintos

O problema começa quando estes aromas são dominantes nos aromas dos vinhos tintos.

Tem algumas uvas que são mais propensas, onde se encontra este aroma com maior frequência. Trata-se da família das Cabernet’s, onde, além da mundialmente famosa Cabernet Sauvignon, está também a Cabernet Franc e a Carménère.

Pimentão é um aroma carateristicos dos Carmenéres chilenos

Pimentão é um aroma carateristicos dos Carmenéres chilenos

Os Aromas Piracínicos

Quando temos alguma destas uvas, e que são produzidas com uma relação de alta produção por hectare, estes aromas, conhecidos também como “piracínicos”, se multiplicam e são nitidamente dominantes. Aí já não é agradável, já que o aroma vai ser “unidimensional” – ou seja, só um tipo de aroma… Só aromas de ervas.

Também, quando algumas das variedades de uvas já assinaladas estão plantadas em clima muito frio, estas fragrâncias vão dominar no aroma. É que o sol e as temperaturas que “queimam” este aroma piracínico (também muitas vezes chamado como “pimentão verde”, portanto, se a parreira está em um clima frio vai chegar à hora da colheita e estes aromas ainda estarão na uva, e finalmente irão parar em sua taça de vinho.

Como se isto não fosse suficiente, a evolução deste tipo de aroma é muito ruim. Com o passar do tempo ele vai se transformando em um aroma vegetal desagradável, e muitas vezes se transforma em notas orgânicas, quase como terra úmida, esgoto…

Nos vinhos mais simples (mais baratos) é muito comum encontrar aromas herbáceos, mas se eles estão misturados a romãs, a frutas ou outro tipo de aroma, não precisa se preocupar. Os vinhos mais simples sempre são produzidos na lógica de uma grande quantidade de quilos de uvas por hectare, ou com as parreiras mais jovens, mas o problema é mais grave quando se trata da Carménère, já que de todas as tintas, esta uva tem uma tendência enorme a desarrochar este tipo de aroma, por isso que isso se torna algo difícil de ser encontrado: Carménère’s baratos e que tenham boa qualidade, principalmente quando se trata de vinhos elaborados com uvas de climas frios.

 

 

Robert Parker e os 50 melhores Carménère´s do Chile

 

Robert Parker e os 50 melhores Carménère´s chilenos da história

Desde que a Carménère foi redescoberta no Chile já passaram mais de 20 anos. O que parecia ser mais uma variedade de uva se transformou nesse período na uva emblemática desse país, a tal ponto, que até hoje para o maior e mais conceituado crítico de vinhos do mundo (Robert Parker), as máximas pontuações para vinhos chilenos são para vinhos elaborados a base dessa uva.

Na lista abaixo estão só os vinhos que no próprio site de Robert Parker(http://www.erobertparker.com/members/home.aspx ) estão catalogados como Carménère´s, mas vale destacar que além dos dois vinhos que compartem o primeiro lugar no topo da lista com nada menos que 97 pontos, tem outro chileno, o Von Siebenthal Tatay 2007 que também é elaborado a base de Carménère e que obteve a mesma pontuação, só que no site de Robert Parker esta catalogado como um blend, de fato, os Terrunyo´s da Concha y Toro também são blend´s. A diferencia é que o Tatay é um blend de três uvas, e os Concha y Toro Terrunyos só de duas, então imagino que no site de Robert Parker podem ter usado a quantidade de uvas que formam o blend para dividir as categorias.

Enfim, veja a lista, anote e se achar um desses vinhos por ai, provavelmente compartilhará a opinião (e tal vez até a pontuação), entregada por RP.

Robert Parker

Robert Parker

Robert Parker e os 50 melhores Carménère´s chilenos da história

          Safra                                                      Vinho                                                                   Pontuação

2003 Concha y Toro Carmin de Peumo Carmenere Peumo Vineyard 97
2005 Concha y Toro Carmin de Peumo Carmenere Peumo Vineyard 97
2007 Concha y Toro Carmin de Peumo Carmenere Peumo Vineyard 96
2008 Concha y Toro Carmin de Peumo Carmenere Peumo Vineyard 95
2004 Terrunyo Carmenere Peumo Vineyard 95
2006 Terrunyo Carmenere Peumo Vineyard 94
2008 Antiyal Carmenere Alto del Maipo Valley 93
2005 Casa Silva Carmenere Micro Terroir 93
2008 Casa Silva Carmenere Micro Terroir 93
2007 Terrunyo Carmenere Peumo Vineyard 93
2008 Terrunyo Carmenere Peumo Vineyard 93
2005 Terrunyo Carmenere Peumo Vineyard 93
2005 Arboleda Carmenere 92
2005 J & F Lurton Alka 92
2005 Santa Rita Carmenere Pehuen 92
2008 Terra Noble Carmenere Ca2 Costa 92
2011 Terrunyo Carmenere Peumo Vineyard 92
2007 Viu Manent Carmenere El Incidente 92+
2011 Antiyal Carmenere Vinedo Escorial 91
2005 Casa Silva Carmenere Los Lingues Estate 91
2009 Concha y Toro Carmenere Marques de Casa Concha 91
2007 Concha y Toro Carmenere Marques de Casa Concha 91
2009 De Martino Carmenere Alto de Piedra 91
2011 De Martino Carmenere Alto de Piedra 91
2007 De Martino Carmenere Alto de Piedra 91
2006 Errazuriz Carmenere Don Maximiliano Estate 91
2007 J & F Lurton Alka 91
2007 La Playa Axel Carmenere 91
2008 Montes Alpha Carmenere 91
2007 Montes Alpha Carmenere 91
2009 Montes Alpha Carmenere 91
2008 Santa Rita Carmenere Pehuen 91
2008 Terra Noble Carmenere Ca1 Andes 91
2009 Terra Noble Carmenere Ca2 Costa 91
2007 Undurraga Carmenere Founder’s Collection 91
2007 Vina Morande Carmenere Edicion Limitada 91
2008 Vina Ventisquero Queulat Gran Reserva 91
2010 Antiyal Carmenere Viñedo Escorial 90
2003 Apaltagua Grial Carmenere 90
2012 Apaltagua Carmenere Envero 90
2007 Caliterra Carmenere Tributo 90
2009 Caliterra Tributo Carmenere Single Vineyard 90
2009 Casa Silva Carmenere Reserva 90
2013 Casa Silva The Carmenere Project 90
2005 Casa Silva Carmenere Reserva 90
2011 Casa Tamaya T Carmenere 90
2009 Casa Tamaya Carmenere 90
2009 Casas del Bosque Carmenere Reserva 90
2007 Chono Carmenere Reserva 90
2009 Clos Ouvert Carmenere 90

 

Vinho Neyen Blend 2007 Apalta Chile

 

Vinho Neyen Espiritu de Apalta Blend 2007: Um dos meus favoritos ícones chilenos

Neyen é um dos vinhos ícones chilenos mais interessantes desse país. Desde sua primeira safra no ano 2002, ele sempre tem conseguido manter um altíssimo nível de qualidade e tem mantido o estilo elegante e moderno que o caracteriza, mas sempre acompanhado de uma grande concentração e muita profundidade de sabor.

Se você gosta de vinhos desses que não ficam faltando nada, este tinto a base da rainha das uvas tintas, a Cabernet Sauvignon, com um importante aporte da delicada Carménère, esse vinho pode ser uma grande opção.

Vinho Neyen Blend 2007 Apalta Chile

Vinho Neyen Blend 2007 Apalta Chile

Tipo Tinto
Safra 2007
Volume 750ml
Pontuação Winechef
País Chile
Região Colchagua
Sub-Região Apalta
Uva 70% Cabernet Sauvignon, 30% Carmenére
Teor Alcoólico 14%
Tipo de Uva Tinta Assemblage
Amadurecimento 14 meses em barricas, 70% novas.
Visual Coloração rubi extraordinariamente intenso com reflexos violetas brilhantes.
Olfativo Envolvente perfil olfativo, com frutas negras maduras, figo seco, húmus e café. Impressiona com um caráter extremadamente sedutor e ao mesmo tempo de grande complexidade, sobre fundo mineral e de finas especiarias exóticas e cedro, tudo em uma sublime combinação.
Gustativo É muito concentrado no paladar e muito fiel à sua origem: seu terroir de velhas parreiras no Valle de Apalta. O passo em boca demonstra taninos de fina granulação aliados ao frescor vivaz; a madeira faz-se notar, mas a fruta é que está em evidência e tem uma refinada estrutura tânica, com suculenta profundidade e um nível de qualidade que o coloca entre os melhores vinhos do Chile de todos os tempos. Desde o início, sempre tenho colocado este vinho entre meus favoritos do Chile, mas esta é uma safra sobressaliente, a melhor que este vinho produziu até agora.
Dica de Harmonização Faisão assado ao forno com trufas negras.
Côte de boeuf servido com o melhor molho bernaise.
Escalope de lagosta com creme de cassis e perfume de trufas.
Tortelli de batata e cebola caramelizada, trufas negras e lascas de parmesão.
Ravióli de queijo fontina, parmesão e trufa negra fresca.
Magret de canard ao molho de jabuticaba e purê de batata com tomilho.
Tipo de Comida Carnes
Importador Vinos e Vinos
Temperatura de Serviço 17º
Potencial de Guarda 10 anos
Nome da Vinícola Neyen
Ano de Fundação da Vinícola 2002
Propriedade da Vinícola 125 Hectares
Enólogo Responsável Patrick Valette
País de Origem Chile

 

Robert Parker publica suas últimas notas para os vinhos Chilenos

 

Robert Parker editor da revista Wine Advocade surpreendeu com as suas pontuações dos vinhos chilenos

Depois de muitos anos espera e bastante ansiedade por parte dos produtores de vinhos chilenos, o representante da revista Wine Advocate (e do próprio Robert Parker), Luiz Gutierrez, publicou suas notas.

Há muitas surpresas e muitas conclusões que poderíamos tirar da lista, mas neste primeiro post sobre os vinhos pontuados de Robert Parker, iremos dar uma conferida nos 28 primeiros colocados:

Proximamente, publicaremos os próximos 28 colocados.

SAFRA
NOME DO VINHO CHILENO
PONTUAÇÃO ROBERT PARKER
2011
De Martino Vigno Single Vineyard la Aguada
95
2009
Aristos Duquesa Duque d’A
94
2011
Bodegas Re Renace
94
2010
Calyptra Pinot Noir Gran Reserva
94
2011
Errazuriz The Blend
94
2011
Montes Alpha M
94
2008
Vina Quebrada de Macul Cabernet Sauvignon Domus Aurea
94
2011
Almaviva
93
2009
Aristos Duquesa Chardonnay
93
2010
Bodegas Re Vigno By Vina Roja
93
2010
Bodegas Re Cabergnan
93
2011
Bodegas y Vinedos O Fournier Alfa Centauri Red Blend
93
2011
Calyptra Sauvignon Blanc Gran Reserva
93
2010
Calyptra Chardonnay Gran Reserva
93
2008
Casa Silva Altura
93
2008
Casa Silva Carmenere Micro Terroir
93
2011
Clos des Fous Latuffa Pinot Noir
93
2010
Concha y Toro Don Melchor
93
2010
Cono Sur Silencio
93
2011
De Martino Quebrada Seca Single Vineyard Chardonnay
93
2011
De Martino Old Bush Vines Single Vineyard Limavida
93
2011
Errazuriz Vinedo Chadwick
93
2011
Gandolini Las 3 Marias Vineyards
93
2011
Garage Wine Co Lot #34 Carignan
93
2011
Garcia Schwaderer Vigno
93
2011
Lapostolle Clos Apalta
93
2011
Lapostolle Collection Mourvedre
93
2010
Maquis Franco
93
Robert Parker publica suas últimas notas para os vinhos Chilenos

Robert Parker publica suas últimas notas para os vinhos Chilenos

2da parte das últimas pontuações de Robert Parker para o Chile. Seguem as surpresas!

 

Depois de muitos anos espera e bastante ansiedade por parte dos produtores de vinhos chilenos, o representante da revista Wine Advocate (e do próprio Robert Parker), Luis Gutiérrez, publicou suas notas.

Há muitas surpresas e muitas conclusões que poderíamos tirar da lista, mas neste primeiro post sobre os vinhos pontuados de Robert Parker. A princípios de esta semana publicamos os primeiros 28 colocados no ranking, segue a continuação os 28 seguentes da lista:

Veja a primeira parte: 

 

Robert Parker

 

 

SAFRA

NOME DO VINHO

PONTUAÇÃO

2013
Matetic Sauvignon Blanc EQ
93
2012
Matetic Pinot Noir EQ
93
2011
Montes Montes Folly
93
2007
Montes Taita 2007
93
2013
Montescano Refugio Pinot Noir
93
2013
Ribera del Lago Laberinto Cenizas de Barlovento SB
93
2008
Santa Carolina Wines Herencia
93
2010
Santa Rita Casa Real Cabernet Sauvignon
93
2011
Undurraga Vigno Carignan
93
2011
Ventolerala Claro de Luna Pinot Noir
93
2011
Vina Aquitania Sol del Sol Chardonnay
93
2011
Vina Sena Sena
93
2006
Von Siebenthal Toknar
93
2010
Almaviva
92
2012
Altamana Malbec Constanza Vineyard
92
2011
Antiyal Antiyal
92
2010
Antu Ninquen Ninquen
92
2009
Bodegas Re Revelado
92
2013
Bodegas Re Syragnan
92
2010
Bodegas y Vinedos O Fournier O Fournier
92
2009
Calcu Futa Cabernet Sauvignon
92
2009
Calyptra Assemblage Gran Reserva
92
2009
Calyptra Zahir
92
2013
Casa Marin Sauvignon Blanc Cypress Vineyard
92
2012
Casa Marin Riesling Miramar Vineyard
92
2009
Casa Marin Pinot Noir Lo Abarca Hills
92
2011
Clos des Fous Cauquenina
92
2011
Clos des Fous Locura 1
92