Chile Seus vinhos, terroirs e gastronomia

Chile: Seus vinhos, terroirs e gastronomia

Nos últimos anos, tem-se verificado um crescimento significativo do consumo de vinho no Brasil.

Os brasileiros começaram a beber mais vinhos finos, e são muitos os fatores responsáveis por esse aumento. Dentre eles, a valorização da real mudanças de gosto e paladar, além de uma maior variedade de vinhos finos ofertados nas prateleiras de lojas e mercados.

Em função desse aumento significativo, vale destacar que dentre os vinhos mais consumidos, os chilenos ocupam hoje o primeiro lugar, devido ao seu preço acessível e suas excelentes qualidade.

Os vinhos chilenos representam a maior porcentagem das importações brasileiras e cabe destacar que o Brasil importa vinhos de 30 países, sendo que cerca de 95% do volume total corresponde a 5 países que são: Chile, Argentina, Itália, França, Portugal e Espanha.

O Chile conta como principal economia do país, as exportações de vinhos, as que na atualidade são realizadas quase para o mundo todo. As atitudes dos seus solos e climas são de grandes atrativos para enólogos e investidores do mundo do vinho.

 

Santiago, Chile.

 

A morfologia da zona central entre as cordilheiras dos Andes e da Costa, está cruzada por vários rios que formam férteis vales, onde se destacam os seguintes: Aconcágua, Casablanca, San Antonio, Maipo, Cachapoal, Maule, Curicó e Colchagua, aproveitando no máximo as diferenças de topografia e clima, que entrega como resultado uma ampla variedade de vinhos de excelentes qualidades.

O Chile é um país extraordinário, em todos os sentidos. A sua geografia e geologia única são condições fabulosas para produção em grande parte do seu território, proporcionadas por solos muito férteis e ótimas condições climáticas. Há igualmente no Chile uma diversidade de bebidas proveniente do vinho dentre elas, o “Pisco” que já é reconhecido internacionalmente, a “Chicha” o “Pipeño” e outros.

No Chile, além de excelentes vinhos há uma gastronomia muito particular, explorando uma grande diversidade de frutos do mar, essa gastronomia também se caracteriza por seus temperos e condimentos marcantes. As “Empanadas”, o “Pastel de Choclo” (pastel salgado a base de milho), as “Humitas” e “Cazuelas” são pratos típicos que os chilenos comem em suas casas.

 

Empanadas chilenas

Empanadas chilenas

Mas devido a geografia deste pais, do extremo norte (Arica) até o extremo sul (na Antártica), são mais de 5 mil quilômetros de costa, com muitos povos autóctones que ainda habitam estas regiões, mantendo seus costumes, sua cultura e também seus pratos.

A gastronomia chilena é ainda uma grande fonte de riquezas, ainda não abordado nem descoberto por ninguém. Nem mesmo os próprios chilenos à conhecem, já que a gastronomia e extremadamente local, e cada uma das suas regiões tem seus próprios segredos.

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *